Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

17/11/2016 - 07:50

Log-In tem crescimento de 15,4% na modalidade Feeder no 3T16

Volumes Feeder (Navegação Contêiner) teve crescimento de +15,4% no terceiro trimestre de 2016, somando 48,1 mil TEU ante 41,7 TEU no terceiro trimestre de 2015. Também houve a celebração da venda do contrato de transporte de bauxita na Região Norte e dos dois navios graneleiros que o operam no valor de R$ 683,1 milhões .

A Log-In vê que a retração da produção industrial brasileira mostra-se persistente e acumula queda de 7,8% nos nove meses de 2016, em relação ao mesmo período de 2015, segundo pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No terceiro trimestre de 2016, a queda foi de 5,5%, frente ao terceiro trimestre de 2015. Neste contexto, considerando que o segmento de Cabotagem é sensível às variações no patamar da produção industrial, a Log-In tem orientado esforços para a otimização de suas operações e para o crescimento dos volumes menos correlacionados à produção no país, como as cargas Feeder e o segmento Mercosul. Confiante no potencial da companhia, a Administração vem tomando as medidas necessárias para reduzir índices de alavancagem e obter uma estrutura de capital que permita seguir com pleno foco nos negócios. No terceiro trimestre de 2016, a Log-In concluiu movimentos importantes no sentido de reforçar seu caixa e adequar sua estrutura de capital. Estas medidas são consideradas prioritárias e estão pontuadas abaixo: . Implementação do reperfilamento dos financiamentos bancários com os credores (Banco do Brasil, Santander, Itaú Unibanco e HSBC) que totalizavam R$ 466,7 milhões em 30 de setembro de 2016, e passaram a contar com um prazo total de 60 meses, 24 meses de carência do principal e amortização de 80% em 36 parcelas mensais após a carência, sendo 20% amortizado no 60º mês, conforme informado nos fatos relevantes de 06 de maio de 2016 e de 1º de agosto de 2016.

. Subscrição de debêntures no montante de R$ 41,6 milhões, através de oferta pública com esforços restritos da primeira emissão de debêntures simples, de espécie quirografária, com garantia adicional real e bônus de subscrição da companhia. A oferta foi encerrada em 29 de setembro de 2016. As Debêntures têm prazo de vencimento em 30 de março de 2018 e farão jus ao pagamento de juros de 70% das taxas médias diárias dos DI (Depósitos Interfinanceiros) no vencimento. Foram divulgados fato relevante sobre a emissão em 16 de setembro de 2016 e comunicado de encerramento da oferta em 29 de setembro de 2016.

Segundo a Companhia, a celebração de contrato de venda da operação Granel (transporte de bauxita), que atende o cliente Alunorte - Alumina do Norte do Brasil S.A., e das duas embarcações (Log-In Tambaqui e Log-In Tucunaré) utilizadas naquela operação, pelo valor de aproximadamente R$ 683,1 milhões. É previsto o pagamento de R$ 200,0 milhões e a transferência de contratos de financiamento com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), cujos recursos são utilizados para o financiamento das embarcações. A conclusão da operação depende do atendimento de condições precedentes.

No terceiro trimestre de 2016, ocorreram efeitos não recorrentes que influenciaram o resultado operacional da companhia. Entre eles, destaque para a despesa com provisionamento de R$ 15,8 milhões, devido à adoção de postura mais conservadora da Log-In em relação aos créditos de AFRMM (Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante) reconhecidos em períodos anteriores, mas que possuem características semelhantes a processos anteriormente indeferidos.

O provisionamento deste valor tem como objetivo refletir da melhor forma a expectativa de recebimentos do benefício e não impactar resultados futuros. Além deste efeito, merece destaque, o valor ajustado no Ebitda de R$ 7,6 milhões, referente às provisões para perdas estimadas com investimentos na construção de embarcações que não tiveram a correspondente evolução nas obras no estaleiro.

Ebitda consolidado —Foi registrado um Ebitda ajustado de R$ 7,0 milhões no terceiro trimestre de 2016, frente aos R$ 37,3 milhões apresentados no terceiro trimestre de 2015. A margem Ebitda ajustada do trimestre foi de 3,0%, contra 14,2% no 3T15. O terceiro trimestre de 2016 apresentou Ebitda de R$ -0,6 milhão e margem Ebitda de -0,3%.

Neste trimestre, a Log-In passou a adotar uma abordagem mais conservadora para os créditos de AFRMM reconhecidos em seu resultado e provisionou despesa no montante de R$ 15,8 milhões, que por terem características semelhantes a processos anteriormente indeferidos. A provisão deste valor tem como objetivo melhor refletir a expectativa de recebimentos e não impactar períodos futuros.

—O valor ajustado no Ebitda corresponde, exclusivamente, a provisões para perdas estimadas com investimentos na construção de embarcações (cascos 506, 507 e 508), referente ao montante de R$ 7,6 milhões desembolsado pela Log-In ao EISA - Estaleiro Ilha S.A., após a homologação do pedido Recuperação Judicial do estaleiro, sem a correspondente evolução nas obras. O valor é requerido em função de garantia concedida em dezembro de 2013 pela Log-In (aval) em favor do estaleiro, junto a instituições financeiras (BTG/PAN). A Log-In buscará o ressarcimento dos valores junto ao estaleiro EISA e seus avalistas/fiadores—posiciona a empresa.

Navegação Costeira: Contêineres — O volume na Navegação Contêineres apresentou recuo (-7,2%) no 3T16, em relação ao 3T15, devido ao menor volume na Cabotagem, segmento sensível à produção industrial brasileira que segue em retração. A queda comparativa do volume também é explicada pela suspensão do Serviço Costa Norte - Express (SCN) em dezembro de 2015. No Mercosul, os volumes cresceram 7,4% no 3T16, em relação ao mesmo período do ano anterior. Este segmento tem crescido progressivamente após a redução das barreiras à importação promovida pelo governo argentino. No Feeder, atingiu um volume de 48,1 mil TEU no 3T16, que representa um crescimento de 15,4% frente ao 3T15. O crescimento contínuo e expressivo nesta modalidade é viabilizado pela versatilidade dos serviços da Log-In, que atendem aos diversos portos brasileiros com frequência e qualidade.

Granel — O volume de bauxita movimentada para a Alunorte no terceiro trimestre de 2016 totalizou 1.035,2 mil toneladas, 7,8% inferior ao verificado no 3T15, mediante programação operacional do cliente para o período.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira