Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

06/09/2016 - 08:32

Humberto Jorge Isaac — O verdadeiro ouro Olímpico


Humberto Jorge Isaac, médico cardiologista, é vice-presidente da Central Nacional Unimed

Os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016 podem deixar um saldo positivo muito maior do que medalhas, instalações esportivas e maior mobilidade urbana no Rio de Janeiro. Refiro-me à percepção de que o esporte é o melhor instrumento para ampliar o acesso à saúde, educação e afastar os jovens do caminho da criminalidade.

Também é um excelente fator de valorização da diversidade e do voluntariado.

Se reunirmos todos esses vetores teremos, certamente, um país muito mais equilibrado, justo e desenvolvido. Crianças e adolescentes que praticam esportes olímpicos se distanciam das drogas, da violência e recebem parâmetros mais positivos de vida.

Tornam-se mais disciplinados e aprendem a trabalhar em grupo, pois fazem parte de equipes de atletas, treinadores, preparadores físicos, médicos e professores.

A saúde é um dos principais benefícios dessa conjugação de esforços, porque a prática de exercícios físicos, com boa alimentação e acompanhamento médico, evita as doenças e fortalece corpo e mente.

Não me preocupo em excesso com medalhas e pódios, embora, obviamente, torça sempre pelo sucesso dos competidores brasileiros. Um país que une esportes, saúde e educação já é vitorioso a priori, não importa quantas vezes fique entre os três primeiros lugares.

Sou médico cardiologista e recomendo a atividade física para que meus clientes tenham mais saúde e felicidade (sim, caminhar, correr, fazer musculação, jogar futebol, nadar etc. nos deixam mais dispostos e bem humorados).

Na vice-presidência de uma grande operadora de planos de saúde, devoto especial admiração pelo voluntariado. Vibrei também com a equipe de atletas refugiados que participou dos Jogos.

A propósito, estive no Rio para ver os jogos, e só tenho elogios à organização e à infraestrutura deste megaevento esportivo.

Além disso, lembro que nosso sistema de cooperativismo médico tem forte ligação com os desportos paraolímpicos. A cada disputa, esses competidores, que dão novo sentido à palavra superação, avançam mais em suas marcas e recordes.

Os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, portanto, evidenciam novas formas de solucionar graves problemas brasileiros, com inclusão social, desenvolvimento e respeito à diversidade incentivados pelo esporte.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira