Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

12/08/2016 - 08:27

Triunfo registra receita líquida ajustada de R$ 346,2 milhões no 2T16

Ebitda ajustado atinge R$ 198,5 milhões no período.

São Paulo — A Triunfo Participações e Investimentos S.A. [Bovespa: TPIS3], uma das principais empresas brasileiras do setor de infraestrutura, com atuação nos segmentos de rodovias, portos, aeroportos e energia, encerrou o segundo trimestre do ano com receita líquida ajustada consolidada de R$ 346,2 milhões. O resultado representa aumento de 24,6% em relação ao resultado pró-forma do mesmo período do ano passado, que desconsidera o resultado dos ativos de energia Rio Verde e Rio Canoas, vendidos em novembro de 2015. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado cresceu 23,3% na mesma comparação, alcançando R$ 198,5 milhões.

Nos primeiros seis meses do ano, a Triunfo registrou receita líquida ajustada de R$ 724,5 milhões, enquanto o Ebitda ajustado somou R$ 414,7 milhões.

O trimestre foi marcado pela manutenção do foco em melhoria da estrutural de capital da Triunfo. “As operações da companhia se mantiveram resilientes em meio à instabilidade econômica e política vivenciada pelo país. O foco da Triunfo permanece na disciplina da execução de sua estratégia, com forte atuação na redução de custos e otimização de recursos, para maximizar sua geração de valor”, ressalta Carlo Alberto Bottarelli, diretor-presidente da empresa.

Além dos destaques operacionais, a Triunfo publicou, no segundo trimestre do ano, seu quinto Relatório de Sustentabilidade, com informações sobre a gestão da companhia e seu desempenho ambiental, social e econômico.

Resultados por setor de atuação: .Rodovias —No segundo trimestre de 2016, 43,7 milhões de veículos pagantes trafegaram pelos 2.140,5 quilômetros administrados pela Triunfo, alta de 71,8% na comparação com o mesmo período de 2015. O avanço foi motivado pelo início da cobrança de pedágio da Triunfo Concebra em 27 de junho de 2015, que adicionou 20,6 milhões de veículos pagantes no trimestre.

A arrecadação de pedágios avançou 61,9% na comparação com o mesmo período do ano passado, totalizando R$ 276,2 milhões. A receita líquida ajustada do segmento atingiu R$ 258,3 milhões e o Ebitda ajustado somou R$ 153,1 milhões.

. Porto — Entre abril e junho de 2016, o volume de TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) movimentados na Portonave totalizou 219,9 mil, crescimento de 49,2% frente ao ano anterior. O avanço se deu, principalmente, em função da operação de cinco novas linhas na Portonave, iniciadas em julho de 2015 e que movimentaram 36% do total.

Considerando a participação de 50% da Triunfo na Portonave, a receita líquida do segmento apresentou crescimento de 15% entre abril e junho, para R$ 51,5 milhões. Já o Ebitda ajustado do segmento registrou alta de 12,8%, para R$ 28,7 milhões.

Aeroporto— No segundo trimestre, mais de 2,1 milhões de passageiros passaram pelo aeroporto de Viracopos – queda de 13,3% em relação ao mesmo período de 2015 em função do corte de oferta das empresas aéreas no período.

O volume de cargas atingiu 41,6 mil toneladas no período, redução de 11,2% na comparação com o segundo trimestre de 2015.

Considerando a participação da Triunfo na Aeroportos Brasil Viracopos, a receita líquida ajustada foi de R$ 23,4 milhões no segundo trimestre de 2016, queda de 6,0% ante o mesmo período de 2015. O Ebitda ajustado recuou 12,4%, para R$ 57 milhões.

Energia —Na comparação com o resultado pró-forma do segundo trimestre de 2015, a receita líquida do segmento de energia cresceu 8,3%, para R$ 12,9 milhões, ao passo que o Ebitda ajustado alcançou R$ 2 milhões.

Em 26 de novembro de 2015, a Triunfo concluiu a venda para a CTG Brasil da totalidade da participação em suas controladas Rio Verde Energia, Rio Canoas Energia e TNE – Triunfo Negócios de Energia. Nesta data, a CTG Brasil realizou o pagamento da parcela do fechamento que correspondia a R$ 918,4 milhões. O pagamento do saldo remanescente de R$ 48,3 milhões referente ao ajuste final à parcela do fechamento foi efetuado em 24 de fevereiro de 2016. Sujeito a ajustes positivos, o valor da operação permanece pendente de novos recebimentos condicionados ao atingimento de eventos. Os recursos foram utilizados para redução da alavancagem e fortalecimento da liquidez financeira da empresa.

A Triunfo Participações e Investimentos S.A. (TPIS3) é uma das principais empresas brasileiras do setor de infraestrutura com forte atuação nos segmentos de concessões rodoviárias, administração portuária e aeroportuária e energia. De capital aberto, está listada no Novo Mercado, nível mais alto de Governança Corporativa da BM&FBovespa.

A companhia administra 2.140,5 quilômetros de rodovias no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, por meio das concessionárias Concer, Triunfo Concepa, Triunfo Econorte, Triunfo Concebra e Triunfo Transbrasiliana. No setor portuário, a Triunfo possui participação de 50% da Portonave, que opera o Terminal Portuário de Navegantes, em Santa Catarina. Em energia, a Triunfo detém 50,1% da Tijoá, a concessionária responsável pela operação e manutenção da Usina Hidrelétrica Três Irmãos, no estado de São Paulo. A companhia também possui 23% da Aeroportos Brasil Viracopos, concessionária responsável pela administração do Aeroporto Internacional de Campinas –—Viracopos. | www.triunfo.com.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira