Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

19/05/2016 - 07:46

Controles de acesso remoto e eletrônico trazem economia de eletricidade e geram segurança para operadores e processos

Expositores apresentam produtos com baixo consumo de energia e facilidade de integração com diferentes softwares.

O aumento da produtividade, a segurança dos operadores e a redução do consumo de energia elétrica são alguns dos destaques dos produtos e tecnologias de acesso eletrônico expostos naFeira internacional da mecânica 2016.

A norte-americana Southco apresenta na feirasoluções para transição de sistemas de travamento mecânico convencional, para sistemas eletrônicos de controle de acesso, o que elimina a necessidade do gerenciamento de chaves e problemas de distribuição. Também melhora o controle do nível de acesso dos operadores. O sistema é composto de quatro itens: travas eletrônicas inteligentes; controladores de acesso - que permitem que a trava eletrônica seja operada remotamente a partir de teclados - e leitores RFID; monitoramento remoto, que capturam as informações de cada tentativa de acesso; e o acionamento mecânico de reserva, usado em situações de falha de energia. Além do funcionamento integrado, o sistema de acesso de eletrônico da South pode ser usado isoladamente. Nesse caso, pode combinar-se ao controle de um acesso predial, por exemplo.

José Bressan, gerente de desenvolvimento de produto na Southco do Brasil, explica que um dos diferenciais dos fechos eletrônicos da empresa é o uso de micromotores, que têm fácil integração com diferentes softwares e consumo de energia de apenas 0,5 amperes. “É o único tipo de fecho do mercado que utiliza micromotores, ao invés de solenoides, os quais têm consumo de energia de quatro a cinco amperes. Além disso, as versões com solenoides sempre têm que estar ligadas à alimentação elétrica, ao contrário do micromotor”, explica. Bressan acredita que a Feira Internacional da Mecânica é um bom evento para a geração de leads, e que podem surgir oportunidades para o desenvolvimento de projetos. “Há alguns clientes que buscam o equipamento-padrão, mas as grandes aplicações são feitas em projetos específicos”, completa.

Controles remotos —A Tecnomira, de São Paulo, apresenta os controles remotos da fabricante espanhola Ikusi, que possuem sincronização entre receptores para aplicações tipo tandem, industriais e móveis, com enlace contínuo. Desse modo, no caso de descarregamento da bateria ou afastamento exagerado do transmissor, o receptor desliga os relés de “stop” e toda a operação. “O controle remoto é hoje um equipamento de segurança. O operador pode se movimentar em torno da carga e fugir em caso de um possível acidente. Isso também gera rapidez no processo, o que aumenta a produtividade”, explica Miguel de Maria Júnior, diretor da Tecnomira. Os controles remotos distribuídos pela empresa estão na categoria de segurança 3, homologados pela Anatel e em conformidade com a NR-12. “Esperamos gerar leads durante a Feira internacional da Mecânica. É um evento institucional, e como temos alguns lançamentos, esperamos gerar negócios. Esse evento faz parte do nosso orçamento”, conclui.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira