Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

19/05/2016 - 07:16

Debate de quatro dos maiores empresários brasileiros abre o primeiro dia da Feira Hospitalar

Jorge Moll, Randal Luiz Zanetti, Walfrido dos Mares Guia e Alexandre Accioly discutiram os entraves e oportunidades para os negócios no momento atual.

São Paulo — Quatro dos maiores empreendedores brasileiros se reuniram no dia 17 de maio (terça-feira), no primeiro dia da Hospitalar Feira e Fórum, para debater os desafios e oportunidades para os negócios em tempos de crise. O fundador e presidente do Conselho de Administração da Rede D’Or São Luiz, Jorge Moll, o fundador da Odontoprev e presidente da Bradesco Seguros, Randal Luiz Zanetti, o fundador do Sistema Pitágoras de Ensino e da Kroton Educacional, Walfrido dos Mares Guia, e o fundador da Accioly Participações, controladora das academias Bodytech e Formula, Alexandre Accioly, discutiram o atual momento político e econômico do Brasil, o papel das agências reguladoras, os entraves para o crescimento, entre outros temas.

O talk show "A Hora da Virada — Experiência de quem percebeu, na adversidade, a oportunidade para o crescimento", foi promovido pela GpeS - Gestão em Projetos em Saúde. Essa é a segunda vez que a GpeS participa da Hospitalar, conhecida como um dos maiores eventos internacionais do setor de saúde.

Durante o debate moderado pelo diretor de redação da Revista Exame, André Lahóz, os empresários discutiram o papel do Estado e criticaram o excesso de intervenções do governo no dia-a-dia dos negócios. Na área de saúde, Jorge Moll disse que a regulamentação do mercado é necessária, porém, acrescentou que se excessiva, a burocracia inviabiliza o funcionamento de hospitais com menos de 70 leitos, por exemplo. Mares Guia acrescentou a importância de o governo regulamentar, mas sem intervir.

Para o presidente da Bradesco Seguros, o Brasil é empreendedor, mas cultiva um ambiente desfavorável ao empreendedorismo. “Criamos uma mentalidade de infantilizar o consumidor como se ele precisasse sempre ser muito protegido. Temos que decidir o modelo de país que queremos: aquele propício a empreender e inovar ou aquele em que o caminho são os concursos públicos e a aposentadoria”, enfatizou. Zanetti destacou ainda que esse é um dos poucos mercados do mundo com potencial para crescimento real e que, por isso, os investidores torcem por uma retomada da economia com a consequente criação de um ambiente mais favorável aos negócios.

Os executivos falaram ainda sobre a atual transição de governo e foram unânimes sobre a importância de o Brasil promover grandes reformas, como a da Previdência e a Tributária. Para a diretora da GpeS, Gilmara Espino, o talk show deixou claro para o público – em maior parte formado por profissionais da área de saúde – que é possível sobreviver e crescer mesmo em períodos de turbulências econômicas. “A certeza trazida pelos palestrantes de que mesmo em condições desfavoráveis é preciso – e possível – crescer e inovar, deu o tom adequado para o kick off da Feira Hospitalar. Essa injeção de ânimo no publico corresponde à expectativa do setor de saúde e do país sobre os novos rumos políticos e econômicos. É a virada que precisamos”, afirmou.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira