Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

13/04/2016 - 07:46

SulAmérica e Healthways reúnem CEOs para debate sobre gestão do bem-estar nos negócios


Dan Witters

Dan Witters, diretor de pesquisas do Gallup, palestrou sobre a ciência do bem-estar holístico e como aplicá-la em empresas e comunidades.

São Paulo—Lideranças de grandes empresas se reuniram no dia 08 de abril (sexta-feira) com Dan Witters, diretor de pesquisas da consultoria norte-americana Gallup e responsável pelo Índice de Bem-Estar Gallup-Healthways, para um debate sobre como alavancar resultados em organizações e comunidades por meio da gestão do bem-estar. O evento foi promovido pela SulAmérica e pela Healthways, parceiras em programas de gestão de saúde e bem-estar integrados, no Hotel Unique, em São Paulo. Após discurso de abertura do presidente do Conselho de Administração da SulAmérica, Patrick Larragoiti, o especialista do Gallup apresentou a ciência por trás do conceito de bem-estar holístico e participou de um painel de discussão com o vice-presidente de Saúde e Odonto da SulAmérica, Maurício Lopes, e o CEO da Healthways Brasil, Nicolas Toth Jr.

O pesquisador Dan Witters fala sobre a ciência do bem-estar para CEOs em São Paulo —O ponto de partida para o debate foi a definição de bem-estar como uma ciência composta por cinco dimensões abrangentes: propósito de vida, segurança financeira, relações com a comunidade, vida social e, por fim, saúde física. De acordo com Dan Witters, pesquisas realizadas nos últimos anos apontaram que esses cinco elementos precisam estar em equilíbrio para que um indivíduo apresente boas perspectivas de saúde e qualidade de vida e esteja nas melhores condições possíveis para desempenhar suas atividades pessoais e profissionais. Já para as empresas, investir no bem-estar holístico dos colaboradores contribui para um maior engajamento profissional, elevando a produtividade, reduzindo o absenteísmo e a rotatividade e amenizando os custos com saúde – em última instância, contribuindo para o crescimento da organização.

Segundo o especialista, o desempenho dos colaboradores que mantêm os cinco elementos do bem-estar equilibrados é melhor que o daqueles que apresentam bons resultados somente no quesito físico. Nesse comparativo, o absenteísmo é 41% menor, a intenção de buscar um novo emprego nos 12 meses seguintes é 81% menor e a adaptação a mudanças no ambiente de trabalho é duas vezes maior. Os estudos também apontaram que os funcionários que prosperam nas cinco dimensões se recuperam mais rapidamente de doenças e dificuldades (36% mais) e se engajam mais em voluntariado (43% mais) do que aqueles que estão bem fisicamente apenas.

“A visão de bem-estar, bem fundamentada em estatísticas científicas, que Dan Witters trouxe para este debate está bastante alinhada aos conceitos de gestão da saúde e da qualidade de vida que têm norteado a SulAmérica. Nesse sentido, temos trabalhado de maneira intensa e consistente com a Healthways no Brasil para a promoção de programas de bem-estar nas empresas. Com este evento, acredito que tenhamos provocado uma discussão mais profunda entre os líderes empresariais sobre ambientes corporativos saudáveis e o impacto positivo que esse tipo de gestão moderna pode gerar na produtividade e no desempenho dos negócios”, explica o vice-presidente de Saúde e Odonto da SulAmérica, Maurício Lopes.

“Os resultados dos estudos apresentados pelo Dan Witters ajudam a entender a importância dos líderes na organização: eles afetam em 70% o grau de engajamento de seus colaboradores e, quando combinamos melhores índices de engajamento e bem-estar, isto acaba representando efetivamente cerca de 30% de turnover a menos nas empresas. Em nossa situação econômica atual, que exige muita competitividade por parte das empresas, isto pode fazer a diferença para o sucesso”, diz o CEO da Healthways, Nicolas Toth Jr.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira