Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

08/04/2016 - 08:11

Cargas de Projeto e serviços customizados marcam as apostas da Wilson Sons Logística

Ações trazem otimização de tempo e custos para os clientes.

Desenvolver produtos que resultem em uma solução customizada e integrada: a iniciativa, que garante o atendimento de excelência para seus clientes, tem sido o alvo das ações adotadas pela Wilson Sons Logística, possibilitando que a empresa atenda as demandas dos clientes em todas as etapas da cadeia logística, ou seja, do porto ao distribuidor final.

E é nesse sentido que a Plataforma Logística Sudeste tem desenvolvido uma série de produtos que resultam no oferecimento de uma operação integrada e com proposições de valor específicas para cada segmento de mercado. Dentre esses produtos está o controle de cargas para impedir a sobreestadia de cargas em contêineres do armador (demurrage), evitando a cobrança de multas.

Para isso, a Wilson Sons Logística oferece serviço onde é realizado o transporte da carga do Porto para a Plataforma Logística da empresa, armazenamento correto dos materiais e entrega do contêiner ao armador dentro dos prazos estabelecidos, além de garantir a segurança da carga.

O serviço, que é oferecido desde o ano passado, movimenta cerca de 400 contêineres/mês. Porém, o trabalho não se encerra por aí. Para clientes como a AMBEV, Longchamp, Benetton e Avon, a Wilson Sons Logística também realiza a tropicalização das cargas. Ou seja, a unidade realiza a customização dos produtos, como, por exemplo, etiquetagem/rotulagem de bebidas, fixação de etiquetas em roupas e montagem de kits que, posteriormente, são entregues nos centros de distribuição de cada cliente.

Esse trabalho, que é feito paralelamente ao desembaraço da carga, traz mais agilidade para a entrega da mercadoria já pronta para ser comercializada no ponto de venda. “São diversos pequenos serviços que resultam em uma solução integrada. Isso traz uma otimização de tempo e redução de custos para o cliente. A Plataforma Logística Sudeste cresceu em operação integrada mais de 80%. Para o alcance desses resultados, investimos principalmente no treinamento de nossos colaborares”, comemora Thomas Rittscher III, diretor executivo da Wilson Sons Logística.

Nordeste —Também atenta às soluções de logística integrada, a Plataforma Logística Nordeste tem investido em uma célula de projetos customizados para os clientes. Hoje, uma das grandes apostas da unidade são as cargas de projeto, devido ao aquecimento do setor por meio da construção de novos Parques Eólicos na região.

E foi neste contexto que a unidade participou, pela primeira vez, de exportação de cargas de projeto. A ação, que ocorreu em fevereiro deste ano, consistia em enviar de volta à Dinamarca os moldes de pás eólicas trazidos ao Brasil para a construção das peças necessárias para o estabelecimento dos parques eólicos. Já no horizonte da unidade, também estão remessas de geradores, guindastes e peças voltadas para o setor de energia eólica.

Hoje, a Wilson Sons Logística possui uma célula destinada exclusivamente para cargas de projeto. Criada em 2015, é focada nos processos de desenvolvimento de soluções customizadas e prospecção de novos mercados.

Já em março, a Plataforma Logística Nordeste recebeu autorização para trabalhar com produtos perigosos. “É a primeira unidade da região a alcançar tal certificação. Para isso, realizamos uma série de adaptações necessárias, que garantam a segregação física, área exclusiva para este tipo de carga, áreas de contenção em casos de vazamento. Isso é resultado de investimento tanto em infraestrutura quanto em governança. Estamos preparados para atender aos mais diversos tipos de carga”, reforça Thomas Rittscher III. Hoje, as cargas químicas já correspondem a 30% das movimentações da unidade.

Além disso, com a autorização para atuar com cargas de cabotagem, alcançada no final do ano passado, a Plataforma Logística Nordeste pode armazenar mercadorias por até 15 dias para operações de embarque e desembarque. “Queremos fazer com que a EADI, em Suape, seja uma das alternativas para cargas de projeto que chegam de cabotagem e precisam ser estocadas antes de serem transportadas para as suas áreas de destino. A tendência é que a cabotagem continue a crescer. O novo modelo traz como benefício a otimização do tempo das operações, uma vez que os ativos podem ficar estocados em terminais alfandegados”, completa Thomas Rittscher.

Perfil —O Grupo Wilson Sons é um dos maiores operadores integrados de logística portuária e marítima e soluções de cadeia de suprimento no mercado brasileiro, com mais de 175 anos de experiência. A companhia conta com uma rede de atuação nacional e presta uma gama completa de serviços para as empresas que atuam na indústria de óleo e gás, no comércio internacional e na economia doméstica. As principais atividades do Grupo são divididas em dois sistemas – Portuário e logístico e Marítimo.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: