Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

11/09/2015 - 07:19

Siemens mostra como “fazer mais com menos” com mudança de gestão, em encontro em Campinas

Cezar Zanini, Gerente Geral de Business Excellence, Quality and Project Manager da Siemens, participará do Encontro Lean Campinas, com apresentação de um case. O Sistema Lean ajuda aumentar a produtividade, a eficiência, e a qualidade, bem como reduzir custos de empresas públicas e privadas.

A Siemens participará do Encontro Lean Campinas, que será realizado no dia 17 de setembro, em Campinas, para mostrar como os processos produtivos da empresa estão melhorando com a adoção do Sistema Lean, filosofia de gestão que visa eliminar desperdícios e agregar valor aos clientes. O encontro trará cases de “gestão Lean” de empresas no setores público e privado, no meio ambiente, em logística em escritórios e na manufatura e como estão gerando economia de recursos, aumento de produtividade, qualidade e competitividade.

No evento, Cezar Zanini, gerente -geral de Business Excellence, Quality and Project Manager da Siemens, apresentará o case “Lean Business – Agregando Valor de Ponta a Ponta”. Com o Lean, a empresa aumentou, em três anos, 19% a produtividade e reduziu em 25% os custos de “não conformidades”, em relação a 2013. Além disso, rotineiramente, com o modelo Lean, a companhia vem conquistando reduções de lead time de 20% a 40% nos processos administrativos. “Houve ainda a incorporação de novos padrões nos processos produtivos e administrativos, resultando em grande ganhos de produtividade, simplificação e aumento dos êxitos nas atividades completas e corretas nos fluxos dos processos”, explica Zanini.

Na Siemens Alemanha, Zanini explica que a empresa começou a adotar o sistema Lean já na década de 90, nas fábricas locais e também em outros países, quando introduziu diversos conceitos Lean, ainda na parte fabril, como “células de produção”, “operadores multifuncionais”, “kanban”, “reduções de lead time”, “sincronização de linhas de produção”, entre outras.

A adoção do novo sistema vem crescendo. No Brasil, a implementação do modelo começou, de forma mais sistemática, já em 1999, no complexo industrial de Jundiaí, interior de São Paulo, onde a empresa possui a fábrica de transformadores. “Isso se deu por meio de dezenas de ‘semanas kaizen’ que realizamos em processos produtivos e administrativos”, lembra Zanini.

Desde então, o sistema vem se espalhando por toda a organização, que chegou, inclusive, a realizar um grande treinamento de 21 especialistas, numa parceria com o Lean Institute Brasil, entidade sem fins lucrativos de São Paulo que há mais de 16 anos dissemina tal modelo de gestão no país. Os treinamentos mesclaram aprendizagens em sala de aula, além de simulações e também “coaching” individuais com os especialistas, nas respectivas áreas de atuação, para execução de projetos reais. “Essas referências bem sucedidas foram se disseminando por toda a empresa, criando um ambiente muito positivo e favorável na busca de uma ‘Lean company’”, destacou Zanini.

O Gerente Geral conta ainda que a adoção do modelo teve início nos processos de fabricação, buscando, inicialmente, implementar os conceitos Lean nos postos de trabalho para, depois, expandir para as células, linhas e, por fim, por toda a planta.

“O rápido crescimento da produtividade e obtenção de reais benefícios para nossos clientes exigiu, na sequência, integrarmos os processos logísticos e administrativos, para dar a plenitude aos fluxos de produção. O modelo foi expandindo, passando-se a trabalhar os conceitos Lean também nas atividades de Project Management, Development, Engineering, Lean em fornecedores e, mais recentemente, no desdobramento das estratégias de negócio por meio do conceito Lean de Hoshin Kanri”, detalhou Zanini.

Zanini acredita que os próximos desafios nessa área serão fortalecer a cultura Lean dentro da companhia, desenvolver novos aprendizados e integrar ainda mais toda a cadeia de valores produzidos internamente na organização para, então, aproveitar as diversas oportunidades de negócios do mercado brasileiro, especificamente nas áreas de eletrificação, automação e digitalização.

Para o gerente -geral, um modelo Lean – realmente presente e atuante, com foco no cliente e no negócio, com uma governança bem definida e um modelo de gerenciamento integrado – consegue otimizar processos e desenvolver pessoas, assegurando que os objetivos desenhados sejam alcançados em menor tempo, com qualidade e custos mais competitivos. “Este contínuo aprimoramento, questionador e inovador presente na filosofia Lean, que aprende com o passado e desenvolve o futuro, é o caminho mais curto e livre de desperdícios que pode assegurar o êxito das empresas junto aos seus clientes e mercados”, finaliza.

Encontro Lean Campinas, dia 17 de setembro, das 8h30 às 17h30, no Hotel Nacional Inn, Avenida Benedicto de Campos, 35, Jardim do Trevo, Campinas (SP). Mais informações e inscrições: http://lean.org.br/encontro-lean-campinas-2015.aspx |Telefone (11) 5571-0804. Vagas limitadas. Realização: Lean Institute Brasil [www.lean.org.br].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira