Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

11/09/2015 - 06:46

Encontro inédito reúne ganhadores do prêmio Water for Life, da ONU, em Foz do Iguaçu (PR)

Objetivo do evento, que reunirá representantes de 20 países, é formar uma rede global de boas práticas de gestão dos recursos hídricos.

Pela primeira vez, experiências bem sucedidas de gestão dos recursos hídricos e de mobilização para os cuidados com a água premiadas pela Década da Água, da Organização das Nações Unidas (ONU Água) com o prêmio Water for Life (Água Fonte de Vida), estarão reunidas para o compartilhamento de informações e resultados. O evento será em Foz do Iguaçu, de 15 a 17 de setembro.

O “Encontro de experiências pioneiras e inovadoras de iniciativas sociais na gestão da água - Criando uma Rede Global”, contará com a participação de representantes de 20 países, além de autoridades da ONU e de outros organismos internacionais. A expectativa é que o evento resulte na criação de uma rede mundial de boas práticas na gestão da água.

Criado em 2010 para fomentar iniciativas alinhadas com os objetivos estabelecidos em documentos como as Metas do Milênio e a Agenda 21, que possam garantir a gestão sustentável e de longo prazo dos recursos hídricos, e de forma a apoiar as ações da Década da Água (2005-2015) da ONU, o prêmio Water for Life reconhece as melhores práticas na gestão da água no planeta. A cada ano, com um tema diferente, o prêmio enfatiza um determinado aspecto relacionado à questão da água.

Desde 2011, a ONU Água premiou iniciativas da Índia, Singapura, Japão, Bolívia, África do Sul, Moldávia, Filipinas e Brasil, em duas categorias: melhores práticas de gestão da água e melhores práticas de participação, comunicação, despertar da consciência e educação. Em 2015, na categoria um, foi premiado o programa Cultivando Água Boa (CAB), da Itaipu Binacional e parceiros dos 29 municípios da Bacia Hidrográfica do Paraná 3 (BP3).

Entre os participantes do encontro, estão a a vice-presidente da ONU Água, Blanca Jiménez-Cinseros, a diretora do Programa Década da Água, da ONU, Josefina Maestu, a presidente honorária da Woman for Water Partnership, Alice Bouman-Dentener, o diretor da Fundação Ecodes, Víctor Viñuales, os diretores -gerais da Itaipu, Jorge Samek (Brasil) e James Spalding (Paraguai), o presidente da Agência Nacional de Águas, Vicente Andreu Guillo, além de representantes das iniciativas premiadas com o Water for Life.

Programação O encontro começará com uma visita técnica aos projetos que compõem o CAB, em diversos municípios da BP3, no dia 15. Na quarta-feira (16), serão apresentadas as experiências vencedoras do prêmio Water for Life de 2011 a 2015. Além de autoridades convidadas, participarão pessoas envolvidas com ações de educação ambiental do CAB, de todos os 29 municípios da BP3. O evento prosseguirá com oficinas que tem como objetivo formatar e definir como funcionará a rede global de boas práticas. Programação completa, consulte o site www.cultivandoaguaboa.com.br.

CAB.: O Programa —Cultivando Água Boa reúne um conjunto de diversas ações socioambientais. Em cada município, há um comitê gestor, com forte participação popular, uma das principais características do CAB. O programa se fundamenta na gestão integrada de bacias hidrográficas e atua por bacia, sub-bacia e microbacia, visando garantir a quantidade e a qualidade das águas e, também, a sustentabilidade do território, com uma visão holística da relação do homem com o meio onde vive.

Passada mais de uma década após o início da sua implantação na BP3 (uma região com aproximadamente um milhão de habitantes e 800 mil hectares de área), o programa já está em estado avançado em aproximadamente 30% desse território, resultando em 206 microbacias hidrográficas sendo recuperadas.

Iniciativas premiadas com o Water for Life 2015.: 5ª Edição: Água e desenvolvimento sustentável. Categoria 1: Cultivando Água Boa, Itaipu-Brasil;

Categoria 2: Artes sociais para a mobilização comunitária e acesso seguro à água, Índia | Projeto Água, Ecoescolas, África do Sul.

2014.: 4ª Edição: Água e energia. Categoria 1: Programa de Políticas Hídricas de IWMI-Tata, Índia;

Categoria 2: Programa NEWater (Água Nova), Singapura.

2013.: 3ª Edição: Cooperação em matéria de água. Categoria 1: Gestão das bacias subterrâneas utilizando o sistema da natureza na cidade de Kumamoto, Japão;

Categoria 2: Água e saneamento para todos na República de Moldávia.

2012.: 2ª Edição: Água e segurança alimentar: Categoria 1: Proteção dos Lagos de Bangalore para a posteridade: estabelecendo um precedente legal para a conservação dos lagos como bens comuns;

Categoria 2: Estratégia de comunicação para a mudança social e de comportamento para a promoção de três práticas chave e o uso adequado dos serviços dotados em 4 municípios do Departamento de Cochabamba, Bolívia.

2011.: 1ª Edição: Gerenciamento de águas urbanas. Categoria 1: Programa de restauração do sistema fluvial As Pinas – Zapote, Filipinas;

Categoria 2: Um enfoque participativo na aprendizagem e a sensibilização pública em temas de água e saneamento, Durban, Município de eThekwin.

A Itaipu —Com 20 unidades geradoras e 14.000 MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, mais de 2,2 bilhões de MWh. A hidrelétrica é responsável pelo abastecimento de cerca de 17% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 75% do Paraguai. Desde 2003, Itaipu tem como missão empresarial “gerar energia elétrica de qualidade, com responsabilidade social e ambiental, impulsionando o desenvolvimento econômico, turístico e tecnológico, sustentável, no Brasil e no Paraguai”. A empresa tem ainda como visão de futuro chegar a 2020 como “a geradora de energia limpa e renovável com o melhor desempenho operativo e as melhores práticas de sustentabilidade do mundo, impulsionando o desenvolvimento sustentável e a integração regional”. | www.itaipu.gov.br.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira