Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

08/08/2015 - 06:44

Alunos do CTC/PUC-Rio conquistam duas pratas na Olimpíada Universitária Internacional de Matemática


Igor Albuquerque Araújo (à esquerda) e Rafael Miyazaki (à direita) voltaram com duas pratas conquistadas na IMC 2015

Dois alunos da PUC-Rio competiram na Bulgária com mais de 300 universitários do mundo inteiro.

Rafael Miyazaki e Igor Albuquerque Araújo, alunos do Departamento de Matemática do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio), conquistaram no dia 02 de agosto (domingo), duas medalhas de prata na International Mathematics Competition for University Students 2015 (IMC), realizada em Blagoevgrad, na Bulgária. Rafael conseguiu sua segunda medalha na competição (também foi prata em 2014) e Igor, em sua primeira participação na IMC, teve uma nota ainda melhor do que a de Rafael, tendo faltado apenas três pontos para atingir a nota de corte da medalha de ouro. Desde 2008, alunos do Departamento de Matemática do CTC/PUC-Rio já conquistaram 15 medalhas na competição.

A IMC recebe a nata internacional dos estudantes universitários de Matemática e cada participante deve resolver duas provas, cada uma com cinco questões de álgebra, geometria e análise, cujas pontuações somadas determinam os vencedores. Os estudantes premiados são divididos pelas categorias FirstPrize/Medalha de Ouro, SecondPrize/Medalha de Prata, ThirdPrize/Medalha de Bronze e HonorableMention/Menção Honrosa.

Rafael Miyazaki, paulista de 20 anos, além de estudante do Departamento de Matemática da PUC-Rio, também cursa mestrado no IMPA (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada). Rafael começa o quarto período agora em agosto e possui um extenso currículo com larga experiência em competições do gênero, acumulando um total de 47 medalhas, incluindo premiações em olimpíadas de Física, Astronomia, Linguística, Informática, Química, entre outras. Miyazaki concorreu duas vezes da Internacional Mathematical Olympiad (IMO), conquistando medalha de bronze em 2012 e prata em 2013. Também participou da Olimpíada Brasileira de Matemática desde a quinta série e conquistou medalhas em todos os anos. No ensino médio, conquistou três de ouro e uma de bronze. Na Ibero-americana foi ouro em 2012 e prata em 2013. Como Igor, ele refez provas antigas e estudou sozinho e comenta sobre a influência do mestrado no IMPA sobre as competições: "Uma coisa não tem muito a ver com a outra. A questão da olimpíada é mais uma disciplina para estudar. E isso eu já tenho desde o ensino médio", ressalta o aluno.

A outra prata conquistada pela PUC-Rio foi de Igor Albuquerque Araújo, de 19 anos, também do quarto período de Matemática no CTC/PUC-Rio. Já participou de cerca de dez olimpíadas de matemática, física e química desde a 5ª série e já está pensando em participar da IMC novamente em 2016: “Foi uma experiência incrível. Senti um pouco mais de dificuldade no segundo dia, mas, agora que eu sei como é a dinâmica das provas, eu vou me preparar mais ainda para conseguir um resultado melhor no ano que vem", explica Igor.

"Ao selecionar os alunos para a IMC, o CTC/PUC-Rio contemplou Rafael e Igor por terem sido medalhistas de prata na OBM nível Universitário no ano passado", conta o Prof. Nicolau Saldanha, do Departamento de Matemática do CTC/PUC-Rio. Ele explica que os dois alunos selecionados entendem tanto do assunto que, coincidentemente, ingressaram na PUC-Rio através da prova Desafios, tradicional exame realizado pelo CTC com o objetivo de descobrir novos talentos e oferecer aos medalhistas de ouro e prata a oportunidade de estudar de graça na universidade. Os dois também são bolsistas Arquimedes, uma iniciativa do Departamento de Matemática, que desde 2009 capta junto à iniciativa privada doações que financiam bolsas de R$ 500,00 (quinhentos reais) mensais para os melhores alunos do seu bacharelado. Rafael, no entanto, por também ser bolsista no IMPA, não recebe o benefício, mas tem em seu currículo o título de Bolsista Arquimedes por mérito acadêmico.

A PUC-Rio tem um histórico muito bom na IMC. De 2005 a 2008, o aluno Fábio Dias Moreira foi ouro todos os anos e foi o professor que acompanhou os alunos da universidade na competição deste ano. O estudante Renan Henrique Finder conquistou medalha de ouro em 2011 e 2012. Matheus Secco e Hugo Fonseca foram prata em 2011 e ouro em 2012 e Ricardo Turolla Bortolotti, após ter conquistado Menção Honrosa em 2010, ganhou medalha de bronze em 2012. Em 2013, a PUC não enviou alunos à competição. Já em 2014, Rafael Miyazaki e Daniel Carletti foram prata e João Carnevale, bronze.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira