Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

05/08/2015 - 08:05

Brasileiros 'correm' para investir em imóveis nos EUA antes da mudança de lei do EB-5

Empresa da Flórida busca sócios brasileiros para construir um novo distrito em Orlando. Com mais de 20 anos no mercado imobiliário norte-americano, a Florida 360 oferece retorno em menos de 4 anos; governo dos EUA garante green card aos investidores.

São Paulo—O número de brasileiros que compraram imóveis nos EUA aumentou entre 20% e 25% nos últimos dois anos, de acordo com a Florida 360 Realty, consultoria de imóveis e negócios, que desembarca no país com a missão de captar investidores para o City Center West Orange – um projeto inovador que irá construir um distrito em Orlando, em uma área chamada Ocoee, a poucos quilômetros de distância dos parques da Disney e da Universal. O empreendimento será apresentado durante o Investir USA Expo 2015, realizado entre os dias 4 e 5 de agosto, em São Paulo e, posteriormente, no Rio de Janeiro.

O City Center West Orange faz parte do programa EB-5, mecanismo pelo qual o governo dos EUA garante a concessão de visto aos estrangeiros que fizerem um aporte mínimo de US$ 500 mil dólares em empreendimentos que gerem empregos a cidadãos americanos. Ou seja: quem investir no City Center West Orange recebe green card.

“Entre 12 e 14 meses é possível obter o green card provisório, tanto para o investidor quanto para seus familiares diretos, como esposa e filhos menores de 21 anos”, explica Valquíria Gomes-Pidgeon, consultora internacional da Florida 360 Realty. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, há 300 mil brasileiros vivendo na Flórida.

O novo distrito é um mix de habitação urbana e centro comercial. Na primeira fase do projeto, haverá 500 apartamentos, um centro de convenções, dois hotéis, restaurantes, lojas, clínicas médicas, espaços recreativos e de lazer em mais de meio milhão de metros quadrados. Trata-se de um conceito baseado no chamado “novo urbanismo”, uma linha de planejamento que valoriza a integração dos moradores nos espaços de uso coletivos com foco na qualidade de vida.

Prova de que o projeto é estratégico para o desenvolvimento socioeconômico da região é que apenas 33% dos investimentos virão de aporte estrangeiro. Isso porque a prefeitura de Ocoee já investiu mais de US$ 5 milhões de dólares em infraestrutura.

O City Center West Orange, da construtora Park Development, acompanha uma tendência norte-americana, liderada pela construção civil após a crise de 2008: captar investidores de outros países para acelerar o crescimento econômico de algumas regiões. É por meio desses investimentos, que a empresa irá transformar 23 mil m2 em um “centro de cidade” com campos de golfe, outlets, academia de ginástica, clube esportivo, apartamentos, casas – tudo feito sob a supervisão de uma prefeitura local, que se estabelecerá no empreendimento em até 20 anos, por meio de leasing.

A Florida 360 Realty, representante oficial do projeto no Brasil, está credenciada a negociar spots disponíveis com os investidores brasileiros. A empresa oferece um voucher de crédito de 1% do valor negociado na compra de qualquer imóvel existente ou em construção na Flórida (cerca de US$ 2.500) para ser utilizado em visita a esses empreendimentos. Este valor deverá ser reembolsado à Florida 360 Realty no processo de aquisição do bem.

Além de oferecer um dos melhores rendimentos entre os projetos com esse perfil – atualmente em 2,75% anuais – o West Orange também oferece participação societária no empreendimento.

Ao investir US$ 500 mil no projeto, o investidor se torna sócio acionista do empreendimento com 2.500 ações privadas. Ou seja: além dos juros anuais e do aumento gradual do valor das ações à medida que a obra for evoluindo, os investidores participam da distribuição de lucros. Na entrega final do projeto, prevista para ocorrer no fim de 2007, esse montante pode ultrapassar até 10% do valor investido.

O mercado imobiliário na Flórida está em curva ascendente, decorrente da recuperação da crise de 2008.

EB-5: um atrativo aos investidores —Lançado nos anos 90 pelo Congresso norte-americano no âmbito da Lei de Imigração dos Estados Unidos, o programa EB-5 oferece vistos para investidores estrangeiros que queiram imigrar para os EUA. Por meio do EB-5, esses investidores poderão obter o green card, residência permanente no país para si e familiares imediatos – cônjuge e filhos menores de 21 anos.

O visto é concedido a quem investe US$ 500 mil na economia norte-americana nas chamadas Targeted-Employment Areas (TEA), que são áreas prioritárias de geração de emprego. O empreendimento precisa ter sido qualificado pelo governo dos EUA como parte do Programa EB-5, caso da City Center West Orange.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira