Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

03/06/2015 - 08:13

Ernst & Young reúne empreendedores de destaque para a 15ª cerimônia do Empreendedor do Ano Mundial

Finalistas possuem receitas combinadas de aproximadamente US$ 38 bilhões e empregam mais de 334 mil pessoas.

São Paulo— A partir dessa semana, a Ernst & Young (EY) estará comemorando o 15º aniversário do Empreendedor do Ano EY Mundial. Entre 3 e 7 de junho, em Mônaco, a empresa irá reconhecer as jornadas de sucesso dos 65 finalistas de 53 países. Empresários, investidores, e políticos também se reunirão durante quatro dias de palestras, painéis e networking para discutir o papel dos empresários e seu impacto que na sociedade e na economia global.

O Brasil será representado em Mônaco por Pedro Lima, presidente do Grupo 3corações, reconhecido Empreendedor do Ano de 2015 pela EY em abril, durante cerimônia no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

Pedro Lima é presidente da maior empresa de café do Brasil. De origem da pequena cidade de São Miguel, no Estado do Rio Grande do Norte, o executivo, ao lados dos irmãos Paulo e Vicente Lima, comanda há 30 anos o Grupo 3corações, negócio iniciado em 1959, ainda com o nome de Café Nossa Senhora de Fátima, pelo pai João Alves de Lima. O patriarca passou o comando da operação da empresa para os três filhos em 1984. Hoje, o Grupo 3corações registra a liderança em café com 22% de market share em café torrado e moído e faturamento anual de 2,7 bilhões de reais (dados de 2014). Pedro Lima, com o Grupo 3corações, representa um universo de mais de 4.900 colaboradores em atuação por todo o país, espalhados em 25 Centros de Vendas e Distribuição, nove Unidades Industriais, três Unidades de Compra e Beneficiamento de Café Verde (Armazéns), uma Unidade de Exportação, uma Unidade Integradora e uma Escola de Serviços e Sabores.

Alguns dos assuntos que serão abordados este ano no Empreendedor do Ano EY Mundial incluem a determinação para aumentar as oportunidades de emprego dos jovens no mundo; a maior participação das mulheres empresárias em mercados desenvolvidos e em desenvolvimento; e como lidar com os problemas enfrentados pelas empresas familiares.

O grande homenageado, reconhecido como Empreendedor do Ano EY Mundial, será anunciado em uma cerimônia de gala na noite de sábado, 6 de junho, na Salle des Etoiles.

O efeito cascata dos vencedores do Empreendedor do Ano Mundial —Segundo Maria Pinelli, líder da EY para os mercados de rápido crescimento (SGM, na sigla em inglês), o evento global vem ganhando influência com cada vez mais países participando da competição. “Vencedores do Empreendedor do Ano Mundial ocupam uma presença verdadeiramente global. Em 2001 (primeiro edição global do evento), havia 19 finalistas que representavam 63% do PIB global. Desde então, tivemos 572 finalistas de 73 países, que representam agora 90% do PIB global. Notavelmente, quase a metade das empresas listadas no NASDAQ 100 é liderada ou foram fundadas por vencedores do Prêmio. Esse é realmente é um programa com alcance e impacto. Empreendedores estão criando um mundo melhor e estamos honrados em desempenhar um papel nessa transformação.", afirma Maria Pinelli.

Entre os finalistas estão Lateefa Alwaalan da Yatooq (Arábia Saudita); Ernesto Antolín Arribas do Grupo Antolín (Espanha); Dr. Cyrus S. Poonawalla do Serum Institute of India Ltd. (Índia); Joe Davenport e Owen Kerr da Pepperstone (Austrália); Jüri Raidla da Raidla Lejins & Norcous (Estónia); Rosemary Squire do Ambassador Theatre Group (Reino Unido); e David Hung da Medivation (Estados Unidos).

Bielorrússia, Croácia, Peru e Romênia serão representados pela primeira vez.

Os finalistas deste ano são alguns dos empresários mais bem sucedidos do mundo, e juntos eles possuem receitas combinadas de aproximadamente US$ 38 bilhões. Além disso, sua receita média é de US$ 720 milhões, o crescimento médio de receita nos últimos três anos (2011-2014) é de 42%, a média do crescimento anual da receita é de 12% e, combinados, empregam mais de 334 mil pessoas. [www.ey.com/weoy].

O grande homenageado em Mônaco é escolhido por um júri independente formado por indicados de anos anteriores e outros líderes empresariais. O Prêmio é concedido com base em seis critérios, dando a todos os empreendedores regionais oportunidades iguais para competir: espírito empreendedor; desempenho financeiro; direção estratégica; impacto global (ou na comunidade); inovação; e integridade pessoal/influência.

O júri deste ano será presidido por Rebecca MacDonald, do grupo Just Energy (Canada), acompanhada por Fadi Ghandour, da Aramex and Wamda Capital (Emirados Árabes Unidos); Nobuyuki Idei, da Quantum Leaps Corporation (Japão); Ronald J. Kruszewski, do Stifel Financial Corporation (Estados Unidos); Solange Olszewska, da Solaris Bus & Coach (Polônia); Tan Sri Liew Kee Sin, do EcoWorld Development Group Berhad (Malásia); e Michael Wu, da Maxim’s Caterers (China).

Líderes de negócios se reúnem para discutir o impacto global do empreendedorismo —Além da premiação, o evento deste ano inclui uma série de palestras e painéis de discussão de interesse para os empreendedores e líderes empresariais que estarão presentes. Com o tema "Como você está reformulando o mundo?", as sessões vão olhar para os impactos que os empreendedores podem fazer e o legado deixado por eles. O evento oferece a oportunidade de networking entre líderes de negócios globais e empresários, que podem discutir questões atuais, como o crescimento dos negócios, a crescente classe média urbana, o emprego dos jovens, IPO e transações estratégicas, e o papel da tecnologia na definição do futuro.

Entre os palestrantes deste ano estão líderes como Arif Masood Naqvi, fundador do grupo Abraaj; Bill Ford, pioneiro automotivo e Presidente Executivo da Ford Motor Company; Biz Stone, co-fundador do Twitter ; Howard Schultz, presidente e CEO da Starbucks; Sir Martin Sorrell, Executivo-chefe da WPP; e Uday Kotak, Fundador e Vice-Presidente Executivo do Kotak Mahindra Bank, eleito Empreendedor do Ano pela EY em 2014.

Ao longo dos últimos 15 anos, os vencedores do Empreendedor do Ano Mundial incluíram: Hamdi Ulukaya, fundador e CEO da Chobani, Inc. (Estados Unidos); Dr. James Mwangi, CEO e Diretor da Equity Bank Limited (Quênia); Olivia Lum, Presidente Executiva e CEO do Grupo, Hyflux Limited (Singapura); Cho Tak Wong, presidente, Fuyao Glass Industry Group (China); Guy Laliberté, fundador e CEO, o Cirque du Soleil (Canadá); Narayana Murthy e, fundador e presidente da Infosys Technologies Limited (Índia).

Ernst & Young (EY) —EY é líder global em serviços de Auditoria, Impostos, Transações Corporativas e Consultoria, comprometida em fazer sua parte para construir um mundo de negócios melhor. Os insights e os serviços de qualidade prestados ajudam a criar confiança nos mercados de capital e nas economias do mundo. A empresa desenvolve líderes que inspiram suas equipes a entregar excelência a todos seus stakeholders. Dessa forma, a companhia desempenha um papel fundamental na construção de um mundo de negócios melhor para seus profissionais, clientes e comunidades. A Ernst & Young Brasil é Apoiadora Oficial dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. O alinhamento dos valores do Movimento Olímpico com os da Ernst & Young foi decisivo nessa iniciativa. A EY refere-se a uma ou mais empresas-membro da Ernst & Young Global Limited (EYG), organização privada constituída no Reino Unido, limitada por garantia e que não presta serviços a clientes. [www.ey.com.br].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira