Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

20/03/2015 - 07:27

Dilma assina ordem para início de obras de BRT e assegura ampliação de aeroporto


Corredor exclusivo de ônibus na capital de Goiás terá 22 km de extensão e beneficiará até 210 mil usuários diariamente. A previsão para a conclusão é de 2016, e serão gastos R$ 340 milhões na implantação do BRT, sendo R$ 210 milhões do governo federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento Mobilidade Urbana e R$ 130 milhões de recursos municipais.

Goiânia (GO)—A presidenta Dilma Rousseff destacou, no dia 19 de março(quinta-feira), durante cerimônia em Goiás, as políticas de planejamento urbano em curso nas metrópoles brasileiras. Dilma esteve no estado para a assinatura da ordem de serviço para construção de corredor exclusivo do 'Bus Rapid Transport' (BRT) em Goiânia.

Com 93 ônibus, operando em quatro linhas, o BRT Norte-Sul beneficiará até 210 mil usuários ao dia após sua conclusão. A capacidade de transporte em horário de pico será, em média, de 15 mil pessoas. "Um transporte rápido significa que você domina o seu tempo, é um controle que cada cidadão tem", declarou a presidenta.

A capital de Goiás é um exemplo de município brasileiro em crescimento populacional, abrigando atualmente 1,4 milhões habitantes: "A cidade no Brasil, principalmente uma metrópole, tem de se preparar para atender qualificadamente a sua população. Assim, Goiânia cresceu e agora tem de enfrentar alguns desafios que são similares aos das grandes metrópoles. Graças a Deus e graças aos goianos, com melhores condições para enfrentar porque tem muita coisa já realizada."

No discurso, a presidenta anunciou que, na primeira semana de abril, serão retomados os trabalhos no pátio e pista do novo terminal de passageiros do Aeroporto de Goiânia. As obras contratadas no ano de 2005 e que sofreram com sucessivas paralisações estão, agora, em vias de serem concluídas.

Dilma estabeleceu para novembro a conclusão das obras no empreendimento localizado na capital goiana. "O novo terminal está quase pronto e estamos chegando ao fim dessa obra. Não poderia deixar de passar essa oportunidade e dizer que eu trago uma boa notícia."

BRT Norte-Sul— Com aproximadamente 22 quilômetros de pista exclusiva, seis terminais e 39 estações para transportar 112 mil passageiros diariamente, o BRT ligará o município de Aparecida de Goiânia (GO) e os 148 bairros da região sul, sudeste, norte e nordeste da capital ao centro da cidade.

O sistema BRT operará em quatro linhas, circulando na velocidade estimada de 28 km/h, o dobro da velocidade atual. A frota atenderá 148 bairros da capital e o município vizinho, Aparecida de Goiânia. Ao todo, serão 39 plataformas de embarque e desembarque, além de seis terminais.

A expectativa é que o sistema tenha capacidade para transportar uma média de 15 mil pessoas em horários de pico. Após a assinatura da ordem de serviço, o consórcio responsável tem até 30 dias para começar a obra e a a previsão para a conclusão é de 20 meses.

Sistema de transporte coletivo contará com 22 quilômetros de pista exclusiva, seis terminais e 39 estações para transporte de 112 mil passageiros por dia

Pronatec— Sobre o programa de formação técnica-profissional do governo, o Pronatec, a presidenta afirmou que somente na capital de Goiás 48 mil pessoas estão participando de cursos previstos pelo programa. A nova versão do programa prevê atender um total de 12 milhões de brasileiros distribuídos por todo País nos próximos anos.

Dilma e Perillo defendem relações republicanas e democráticas entre partidos —A presidenta Dilma Rousseff e o governador de Goiás, Marconi Perillo, defenderam durante a cerimônia, relações republicanas entre partidos e disseram que governantes têm de trabalhar para todos, independentemente de questões políticas. Dilma é filiada ao PT e Perillo, ao PSDB.

“Somos um país democrático, em que há disputa durante a eleição. Acabou a eleição, eleitos aqueles que o povo escolheu, passamos a governar. Ele [Perillo], para toda população de Goiás, e eu, para toda população do Brasil. Somos republicamos e democratas”, disse a presidenta, repetindo uma expressão usada pelo governador em discurso feito momentos antes.

Ao ser anunciada a presença de Perillo em evento que marcou o início das obras de um corredor exclusivo de ônibus em Goiânia, o governador foi mais vaiado que aplaudido pelas 3,5 mil pessoas que participavam da cerimônia no espaço onde funciona a prefeitura da capital. Ao discursar, Perillo reagiu às vaias e disse que não estava no local para ser hostilizado.

“Eu vim para receber uma presidenta legitimamente eleita e que tem o meu apoio”, disse o governador, que defendeu relações republicanas entre políticos, ainda que de partidos diferentes. “O Brasil não pode ser vítima da intolerância.”

O tucano Marconi Perillo disse que já teve a “coragem de defender" Dilma em seu partido. “Para nós, o mais importante é o estado de Goiás e a cidade de Goiânia."

Dilma agradeceu as palavras do governador e disse que Perillo é “parceiro dos desafios” enfrentados ao longo de seus mandatos e repetiu a necessidade de se respeitar a democracia no Brasil, conquistada com muito esforço.

“Temos obrigação de respeitar a democracia, o direito de todos falarem, se manifestarem, porém de todos serem ouvidos. Por isso, eu peço tolerância e peço uma outra questão: diálogo.”| Abr/PB.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: