Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

18/07/2014 - 08:16

Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro comemora mais uma etapa vencida do SuperSimples

Falta pouco para a vitória. O Senado aprovou no dia 16 de julho(quarta-feira),o projeto. Agora, a sanção da Lei está nas mãos da presidente Dilma Rousseff.

Jayme Torres, presidente do CCSRJ, acredita que “por ser um ano eleitoral, aumentam as chances da presidente Dilma sancionar a Lei. É uma responsabilidade muito grande. São cerca de 450 mil micro e pequenas empresas na expectativa por um resultado positivo”.

Amilcar Vianna, diretor do CCSRJ, celebra também o fato de ter iniciado e liderado, junto com Roberto Cabral, presidente da Associação dos Corretores de Seguros da Baixada Fluminense, a campanha pró-Simples no Rio de Janeiro entre os corretores de seguros no ano passado. “A participação maciça dos corretores do nosso estado em audiência pública na Alerj foi decisiva para alavancar uma grande mobilização dos corretores em todo país”.

Agora, o Clube continuará a propor ações, como mensagens a presidente e a políticos da base aliada, mobilização em seus almoços, entre outras, para que o pleito dos corretores engrosse o coro dos milhares de micro e pequenos empresários que aguardam uma “tributação mais justa e igualitária”, afirma Jayme.

O que é? - O Supersimples simplifica o pagamento dos impostos. Se a presidente Dilma aprovar a proposta toda empresa com faturamento anual de até R$ 3,6 milhões poderá ser enquadrada nesse regime de tributação especial. Quase 450 mil micro e pequenas empresas poderão adotar o Supersimples. A adesão é optativa. O projeto aprovado estabelece que o critério para as empresas entrarem no Supersimples será pelo faturamento. | Vania Absalão/VTN.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira