Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

03/06/2014 - 10:28

Qualificação de jovens torna-se item estratégico no setor automotivo

Schaeffler e Navistar conquistam vantagens competitivas com a formação de talentos.

Qualificar jovens é parte, há muitos anos, da estratégia de dois poderosos players do segmento automotivo, Schaeffler e Navistar. Desde que decidiram firmar parceria com o Formare, da Fundação Iochpe, conseguiram qualificar, juntos, cerca de mil jovens. Por meio desta iniciativa, conquistaram vantagens competitivas que nem sempre podem ser percebidas facilmente.

“O processo de qualificação de um jovem em uma empresa não se resume à transmissão do conhecimento técnico e científico. As empresas que adotam o Formare sabem que há ganhos notórios com esta iniciativa e, nem sempre, muito mensuráveis. Mas muitas delas percebem o quanto este programa consegue transformar uma companhia num ambiente mais agradável e colaborativo”, explica Beth Callia, coordenadora do Formare.

A Navistar South America, parceira do Formare há 26 anos, sabe muito bem como este tipo de ação traz ganhos para toda a empresa. De acordo com Paulo Borba, diretor de Recursos Humanos e TI da Navistar, o efeito é muito amplo. “Ganha o jovem, ao ser inserido no mercado de trabalho, a família, a comunidade onde este jovem está inserido, as empresas, ao receberem jovens preparados em um ambiente fabril; mas também ganhamos nós, colaboradores, pois temos a possibilidade de contribuir das mais diversas formas com estes jovens. Ou seja, a empresa mantém um trabalho social dentro de suas dependências e o resultado é um ambiente mais humanizado”, conta o executivo. “Neste contexto, onde muitos são os ganhos para ambas as partes, é perfeitamente identificada a mudança no comportamento dos nossos colaboradores: aumentam o engajamento e o comprometimento, os envolvidos nos processos de capacitação buscam aprimorar suas qualificações e o impacto no clima organizacional, agora menos mecanicista, é muito grande”, completa.

No caso da Schaeffler, a grande adesão de funcionários para a educação voluntária é outro aspecto de transformação no ambiente industrial.

“É muito interessante observar a quantidade de pessoas que se inscrevem para desenvolver este trabalho --hoje temos cerca de 80 educadores voluntários. Isto evidencia o espírito cidadão de nossa empresa, que, além de promover ações de responsabilidade social, fomenta o sentimento de cidadania entre seus colaboradores, o que, certamente, impacta ainda na vida dos familiares dessas pessoas, fazendo da Schaeffler uma agente de mudança na sociedade”, diz Marcel Oliveira, vice-presidente sênior de RH, Comunicações e Relações Corporativas.

Ainda de acordo com o executivo, observar e vivenciar o crescimento pessoal e profissional destes jovens e os impactos que isso causa na vida deles, de seus familiares e comunidade, certamente é muito gratificante. “É impressionante como, em um ano de curso, amadurecem e ganham um novo foco em suas vidas. Poder contribuir para essa evolução é nossa maior recompensa, além, é claro, de contar com profissionais qualificados para desempenhar importantes papeis dentro de nossa empresa”, conclui.

O Formare é um projeto social desenvolvido pela Fundação Iochpe, em parceria com empresas de médio e grande porte, que oferece cursos de formação inicial para o mercado de trabalho a uma turma de, em média, 20 jovens de famílias de baixa renda residentes no entorno das empresas.

Os cursos são realizados em período integral dentro das empresas, por funcionários que se dispõem, como voluntários, a ministrar as aulas.

Ou seja, a empresa é transformada em um ambiente de aprendizagem e qualificação profissional contínuas, tanto para os colaboradores como para os estudantes beneficiados.

Os cursos, com duração de, no mínimo, 800 horas/aula, são desenvolvidos pela equipe pedagógica do Formare de acordo com as características de cada empresa e a realidade do mercado de trabalho local. Eles são certificados por instituição federal de ensino vinculada ao MEC --a UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná)--, que mantém convênio com a Fundação Iochpe desde 1995.

Formare: Escolas: 84 | Empresas parceiras: 56 | Alunos em formação: 1.680 Educadores voluntários atuando: 3.360 | Cobertura nacional: 59 municípios em 12 Estados do Brasil | Uma Escola na Argentina

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira