Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

22/03/2014 - 08:51

ONIP reúne empresas para divulgar o programa Inova Petro

A ONIP, dando continuidade à agenda de Workshops do Platec, realizou na semana passada, no Rio de Janeiro, o Workshop Platec Inova Petro. O workshop voltado para a apresentação das linhas temáticas do último edital deste programa, apresentou detalhes sobre as tecnologias, além de esclarecer dúvidas dos participantes e auxiliar as empresas a iniciar a elaboração das Cartas de Manifestação de Interesse. Foram realizadas palestras sobre as seguintes linhas temáticas: Processamento de Superfície, Instalações Submarinas, Poço e Reservatórios.

O Programa Inova Petro é uma iniciativa da Finep e do BNDES que conta com o apoio técnico da Petrobras e pretende fomentar projetos que contemplem pesquisa, desenvolvimento, engenharia, tecnologia, produção e comercialização de produtos e inovação, visando o desenvolvimento de fornecedores brasileiros para a cadeia produtiva da indústria de petróleo e gás natural. O grande objetivo é contribuir para aumentar o conteúdo local, a competitividade e a sustentabilidade da cadeia de fornecedores nacional.

O chefe do Departamento de Petróleo, Gás e Indústria Naval da Finep, Maurício Syrio, considerou positiva a iniciativa da ONIP, já que reuniu as empresas, os financiadores, como Finep e BNDES, e os especialistas nas linhas temáticas. “Achei esta iniciativa excelente e o grande diferencial deste evento foi a explicação técnica por parte de especialistas nas linhas temáticas, o que não acontece nas divulgações que realizamos. Esperamos que outros encontros como este sejam agendados futuramente”, afirmou.

O público-alvo do Inova Petro são empresas com faturamento igual ou superior a R$ 16milhões ou patrimônio líquido igual ou superior a R$ 4 milhões, individualmente ou em associação. Também podem participar e se candidatar na qualidade de parceiras, empresas de qualquer porte e ICTs. Todos os projetos terão que ser desenvolvidos no Brasil e deverão ter valor mínimo de R$ 5 milhões e prazo de execução de até 60 meses. Os projetos terão financiamento de até 90% do valor total previsto e os 10% restantes serão a contrapartida da empresa.

A chefe do Departamento de Gás e Petróleo do BNDES, Priscila Branquinho, disse que a instituição tem muito interesse em apoiar a inovação. “Foi lançado o segundo edital e acreditamos que o investimento em inovação é a principal estratégia para as empresas se destacarem e participarem de modo competitivo neste mercado”, disse.

A Petrobras foi representada no evento pelo coordenador da Gerência de Relacionamento com a Comunidade do Centro de Pesquisas da Companhia, Rodrigo Smolka.

O primeiro edital, lançado em 2012, recebeu 38 Cartas de Manifestação de Interesse e uma demanda de R$ 2,7 bilhões em projetos. Onze delas foram selecionadas. Em janeiro deste ano foi lançado o segundo edital, e a íntegra do mesmo e seus anexos poderão ser obtidos nos sites: [www.finep.gov.br/Inovapetro][http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Areas_de_Atuacao/Inovacao/Inovapetro.html].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira