Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL
Busca: OK
CANAIS

16/01/2014 - 08:08

Ano da Copa do Mundo no Brasil requer mais cuidados com o planejamento dos custos, alerta especialista


Eventos capazes de mexer com a Economia de um país devem ser vistos como oportunidade, mas também com cautela para evitar gastos desnecessários.

Saber diferenciar gastos de investimentos, além de rever despesas que podem ser desnecessárias e comprometer o lucro das empresas. Este deve ser o principal lema dos empresários e executivos neste início de ano que antecede a Copa do Mundo no Brasil, segundo Fernando Macedo, especialista em redução de custos para empresas, da consultoria ERA – Expense Reduction Analysts. “A equação (receita – despesa = lucro) é igual em todas as empresas, mas a maioria dos empresários dá muito mais atenção ao que estão ganhando do que ao que estão perdendo e gastos tradicionais quase nunca são revistos”, explica o especialista.

Para Macedo, é importante que a cada início de ano sejam revistos os contratos com os fornecedores de produtos em geral, desde o cafezinho e o material de escritório até os contratos de prestação de serviços terceirizados, como limpeza, telefonia, logística, etc. “Como é preciso de tempo disponível para fazer novas e diferentes cotações, rever contratos e renegociar ou trocar fornecedores, quase sempre isso acaba ficando em segundo plano, mas se os custos que a empresa tiver forem maiores do que os praticados no mercado ou maiores do que poderiam ser, caso fossem renegociados, então a lucratividade pode ser comprometida”, alerta ele.

Criar uma cultura na empresa onde todos os funcionários estejam comprometidos com a redução de custos e revejam constantemente de os investimentos realizados não estão se tornando gastos, é de extrema importância, segundo Macedo, e deve começar pela diretoria da empresa. “Rever processos, observar índices de reajuste, renegociar contratos, entre outras atitudes faz com que a empresa possa detectar falhas e enxergar possíveis desperdícios no dia-a-dia”, completa ele.

Enviar Imprimir

© Copyright 2006 - 2016 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira