Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

19/09/2013 - 11:36

Sedeis terá cooperação com a Noruega para estruturar Cluster de Subsea


(esq./dir.) Marcelo Vertis, subsecretário estadual de Energia, Logística e Desenvolvimento Industrial; Julio Bueno, secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços; Trond Olsen, diretor da NCE Subsea e Helle Klem, cônsul-geral da Noruega no Rio de Janeiro

Polo fluminense está sendo sendo planejado para ter competitividade internacional.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Julio Bueno, assinou neo dia 17 de setembro (terça-feira), um termo de cooperação com a NCE (Norwegian Centres of Expertise) Subsea – a associação do cluster de subsea da Noruega. O objetivo do convênio é a utilização do know how do cluster norueguês para auxiliar à estruturação do cluster de equipamentos submarinos para produção de petróleo e gás do Rio Janeiro. Pelo NCE Subsea, assinou o convênio o diretor da associação, Trond Olsen. Também estiveram presentes ao ato de assinatura do acordo a cônsul-geral da Noruega no Rio, Helle Klem; a diretora da Innovation Norway no Brasil e cônsul comercial do consulado norueguês no Rio, Helle Moen e o subsecretário estadual de Energia, Logística e Desenvolvimento Industrial, Marcelo Vertis.

O convênio é o primeiro a ser firmado pela secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico com um cluster estrangeiro referência mundial na área de subsea.

“É o primeiro acordo assinado entre o governo do estado e um organismo estrangeiro de desenvolvimento da indústria offshore. Mas pretendemos utilizar os canais formais de contato, os consulados, para estabelecer novos acordos de cooperação internacionais”, destacou o subsecretário estadual de Energia, Logística e Desenvolvimento Industrial, Marcelo Vertis.

A estruturação do Cluster de Subsea do Rio de Janeiro é uma parceria da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Federação da Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio de Janeiro (Sebrae-RJ) e Rio Negócios. O planejamento do espaço físico e a disponibilização de infraestrutura e negociação de benefícios tributários às empresas estão sob a responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento Industrial do Rio de Janeiro (Codin) – vinculada à secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico.

Além de grandes empresas de equipamentos e serviços, o estado já abriga subfornecedores do setor de subsea, instalados principalmente na Cidade do Rio de Janeiro e em Macaé. São cerca de 80 empresas subfornecedoras – a maioria de serviços -, que empregam, no total, aproximadamente, 1,1 mil funcionários.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira