Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

24/05/2013 - 07:43

ANP antecipa a primeira rodada do Pré-Sal para outubro de 2013


A área ofertada será o prospecto de Libra, na Bacia de Santos, descoberta pelo poço 2-ANP-0002A-RJS, em 2010, fica a 183 quilômetros da costa do Rio de Janeiro.

A diretora-geral da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard, anunciou no dia 23 de maio (quinta-feira), em coletiva com jornalistas, que o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) antecipou a realização da Primeira Rodada de Licitações do Pré-sal para outubro deste ano, em vez de novembro, como estava previsto. A área ofertada será o prospecto de Libra, na Bacia de Santos, descoberta pelo poço 2-ANP-0002A-RJS, em 2010. De acordo com Magda Chambriard, que concedeu entrevista no escritório central da Agência no Rio de Janeiro, há expectativa de volume de 26 bilhões a 42 bilhões de barris óleo in situ, dos quais de 8 a 12 bilhões de barris são recuperáveis.

A diretora-geral da ANP explicou que a antecipação da rodada do pré-sal foi decidida no dia 22 (quarta-feira), pela presidenta da República, Dilma Roussef, após uma reunião no Palácio do Planalto, da qual também participaram o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, devido à importância e ao potencial da área de Libra. A 12ª. Rodada de Licitações de áreas em terra com potencial para gás natural, que seria realizada em outubro, foi remarcada para novembro deste ano.

“Marlim, maior campo produtor do Brasil, tem volume recuperável de dois bilhões de barris. O campo de Roncador tem 2,5 bilhões de barris. A área que será licitada é algo grande, que fala por si só. Equivale a esses dois campos e a muitos outros que existem no país, juntos”, afirmou Magda.

A rodada do pré-sal será a primeira experiência do Brasil no modelo de partilha da produção. Desde 2010, vigora no país um regime regulador misto. A lei nº 12.351/2012 estabeleceu, para as áreas do polígono do pré-sal e outras estratégicas, o regime de partilha da produção. Para todo o restante do território, em torno de 98% da área total das bacias sedimentares brasileiras, continua em vigor o regime de concessão estabelecido pela Lei nº 9.478, de 6/8/1997.

A resolução nº 4 do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) que autoriza a realização da Primeira Rodada de Licitações no pré-sal foi publicada no dia 23 de maio (quinta-feira),no Diário Oficial da União.

“O preço do barril de petróleo deve subir nos próximos anos, ao contrário dos especialistas que apostam na queda do valor do produto com a entrada em produção de novos campos”, sustentou o diretor da ANP Elder Queiroz, que também participou da coletiva com os jornalistas. “Ainda que estejamos agregando novos campos, outros começam a se esgotar. A economia mundial está em retomada de crescimento, e a pressão por petróleo deve aumentar. Não vemos o preço do petróleo cair nos próximos anos”, concluiu o executivo.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira