Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

05/03/2013 - 08:07

BNDES financia com R$ 69 milhões nova fábrica de tintas no Rio de Janeiro

Com os recursos, Jotun Brasil instalará em Itaboraí unidade industrial para produzir tinta à base de solvente com capacidade de 10 milhões de litros/ano.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 69 milhões à Jotun Brasil Importação Exportação e Indústria de Tintas Ltda. Com os recursos, a empresa implantará uma unidade industrial em Itaboraí (RJ), para produção de tintas à base de solventes, com capacidade de produção de 10 milhões de litros por ano. A operação, que já está contratada, acontece no âmbito do Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores de Bens e Serviços relacionados ao setor de Petróleo e Gás Natural (BNDES P&G).

O projeto faz parte de uma iniciativa mais abrangente, que prevê o aumento na capacidade da empresa de origem norueguesa para atender à demanda do mercado brasileiro de tintas para revestimento, com foco no segmento de óleo e gás (marítimo e offshore), representando 75% das vendas no Brasil. Permitirá também expandir e consolidar suas atividades no setor.

Estabelecida no Brasil em 1998, a Jotun ainda não tinha unidade industrial em território nacional, recorrendo a instalações de indústrias parceiras para produzir parte de seus produtos no País. A empresa tem presença consolidada no mercado brasileiro de revestimentos voltados para os segmentos marítimo, offshore e industrial, atuando principalmente em óleo e gás com os produtos das categorias anticorrosivos primários, top coats de poliuretano e anti-incrustantes.

Com a entrada em operação do projeto, ampliam-se as possibilidades de aumento do conteúdo local da marca, não só nos produtos de fabricação própria como naqueles produzidos pelas indústrias parceiras.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira
 Consulta inválida: