Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

07/02/2013 - 07:56

Receita operacional líquida da Romi cresce 31,7% no 3T12

Ante do mesmo período de 2011 e Ebitda atinge R$9,8 milhões. A carteira de pedidos da empresa totalizou R$ 267,8 milhões em 31 de dezembro de 2012, crescimento de 72,1% em comparação com a mesma data de 2011.

A Indústrias Romi S.A., empresa líder brasileira na fabricação de Máquinas-Ferramenta e Máquinas para Processamento de Plásticos e importante produtor de peças Fundidas e Usinadas, registrou, no quarto trimestre de 2012, Receita Operacional Líquida de R$ 200,2 milhões.

Em Máquinas-Ferramenta, a Receita Operacional Líquida atingiu R$ 150,1 milhões no quarto trimestre de 2012, representando um acréscimo de 45,4% se comparado ao mesmo período do ano anterior e de 34,1% em relação ao 3T12. As vendas físicas desta unidade de negócio, no trimestre, totalizaram 480 máquinas novas, quantidade 8,4% superior ao obtido no terceiro trimestre de 2012 (443 unidades). Já a Receita Operacional Líquida da B+W, fabricante alemão de máquinas ferramenta totalizou R$ 52,3 milhões no 4T12.

No último trimestre de 2012, o faturamento líquido de Máquinas para Plásticos totalizou R$ 27,2 milhões, aumento de 20,9%, em relação ao quarto trimestre de 2011. Quando comparado ao trimestre imediatamente anterior, o crescimento da Receita Operacional Líquida foi de 8,4%. As vendas físicas desta unidade totalizaram 74 máquinas, crescimento de 21,3% em relação ao mesmo período do ano anterior (61 unidades) e de 23,3%, na comparação com o terceiro trimestre de 2012 (60 unidades). Destaque para as vendas no mercado de bens de consumo, como embalagem, linha branca e utilidades domésticas, entre outros.

As vendas físicas da unidade de negócios Fundidos e Usinados somaram 3.361 toneladas entre outubro e dezembro de 2012.

Um dos fatores que auxiliou na redução da dívida liquida no 4T12 foi a redução de R$ 52,9 milhões nos estoques da Companhia. Outro índice comemorado foi a entrada de pedidos no quarto trimestre que cresceu 35,5% em relação ao mesmo período de 2011 e 29,8% em relação ao terceiro trimestre, alcançando assim, R$ 204,2 milhões no trimestre.

"O ano de 2012 foi de ajustes na Romi. Adequamos nossa produção ao momento atual vivido pela indústria nacional e hoje conseguimos visualizar uma recuperação em nosso resultado trimestral. Vamos continuar trabalhando fortemente para manter esse nível de recuperação nos próximos resultados trimestrais”, comenta Livaldo Aguiar dos Santos, diretor presidente da Romi.

A B+W, subsidiária da Romi na Alemanha, obteve Receita Operacional Líquida de R$ 120,2 milhões no ano, com EBITDA de R$ 15,2 milhões. Em relação às vendas da Romi pelo mundo em 2012, a Europa representou 61,3% (56,8% em 2011), os EUA representaram 8,4% (26,9% em 2011), a América Latina 6,9% (16,3% em 2011) e a Ásia, que não constava no portfólio de vendas da Companhia em 2011, resultante das receitas obtidas pela B+W na China, representou 23,4% do total.

Romi -A Indústrias Romi (Bovespa: ROMI3) é líder no mercado brasileiro de máquinas e equipamentos e importante produtor de peças Fundidas e Usinadas. Companhia aberta, listada no Novo Mercado da Bovespa desde março de 2007, fabrica máquinas-ferramenta, com destaque para tornos e centros de usinagem; máquinas injetoras e sopradoras de plásticos; e peças de ferro fundido cinzento e nodular, fornecidas brutas ou usinadas. Seus produtos e serviços estão presentes em todos os continentes e são utilizados pelos mais diferentes segmentos produtivos, como a indústria automobilística, de bens de consumo em geral, de máquinas e equipamentos industriais e de máquinas e implementos agrícolas. [www.romi.com].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: