Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT RSS BOLETIM TV FATOR BRASIL LINKS PageRank
Busca: OK
CANAIS

16/08/2012 - 08:56

Cyrela: melhora em todas as linhas, um bom 2T12, diz BB Investimentos

“Exceto pela desaceleração, já prevista, dos indicadores operacionais de lançamentos e vendas, a Cyrela apresentou evolução positiva em todos os indicadores financeiros, com destaque para a retomada da margem bruta ao patamar de 30%, reflexo da nova safra de empreendimentos com maiores margens”, aponta Wesley Bernabé, analista do BB Investimentos.

Desempenho operacional - No 2T12, a Cyrela lançou um VGV próprio de R$ 911 milhões, com participação relevante do estado do Rio de Janeiro (53% do total). Assim como em outras companhias, os projetos da cidade de São Paulo passam por um processo de aprovação mais lento, o que tem comprometido o planejamento de lançamentos na região e, caso continue, poderá prejudicar o cumprimento do guidance para o ano, dada a representatividade da região no portfólio de terrenos da empresa. O indicador de VSO (12 meses)permaneceu estável com 51,6%.

Segmento econômico -A Living, divisão especializada em empreendimentos populares foi responsável por cerca de 50% dos lançamentos da Cyrela no 2T12. segmento permanece como um dos focos da companhia, uma vez que tem. O apresentado bons índices de comercialização. As vendas contratadas no trimestre totalizaram R$ 489 milhões, crescimento de 27,5% em relação ao 1T12.

Desempenho financeiro -A conclusão de projetos com menores margens e o início do reconhecimento de receitas de novos empreendimentos contribuiu para que a companhia retomasse, no 2T12, ao patamar de 30% de margem bruta. A receita líquida foi 6,9% superior A/A, enquanto os custos cresceram 3% na mesma base de comparação. As despesas comerciais do último trimestre totalizaram R$ 112 milhões, redução de 22% em relação ao 2T11. A relação despesas comerciais/ROL também caiu de 8% para 7,5% do 1T12 para o 2T12. Com os demais indicadores estáveis, essa melhora na eficiência foi refletida no crescimento de 48,6% do lucro líquido, com ganho de 2,7 p.p. na margem. Considerações. Avaliamos o resultado da Cyrela positivamente, principalmente pela efetividade da estratégia de priorização de mercados e produtos com maiores margens, o que tem se refletido na recuperação gradativa dos patamares históricos de retornos. Ainda considerando que o mercado imobiliário passa por um período de menor volume de lançamentos e readequação da oferta, seguimos confiantes com relação aos fundamentos da companhia, principalmente pela manutenção dos níveis de velocidade de vendas ao longo dos últimos trimestres.

Enviar Imprimir
© Copyright 2006 - 2014 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira