Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

20/07/2012 - 07:47

Alstom inicia ano fiscal 2012/13 com forte fluxo de pedidos e aumento de vendas

De 1º de abril a 30 de junho de 2012, a Alstom registrou pedidos no valor de €6 bilhões, alta de 20% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. Conforme esperado, as vendas cresceram 6%, ficando em €4,8 bilhões no primeiro trimestre de 2012/13.

Nos primeiros três meses do ano fiscal, Thermal Power recebeu pedidos de €2,5 bilhões, incluindo um grande projeto de usina de energia a gás em Israel, além da renovação de contratos de serviço. Com €2,3 bilhões, Transporte atingiu um nível bastante sólido de entrada de pedidos, compostos de vários contratos de médio porte, principalmente na Europa. Grid também registrou sólidos pedidos no valor de €1 bilhão, enquanto Renewable Power, com €0,2 bilhão, registrou alguns projetos pequenos. A demanda continuou impulsionada por mercados emergentes, que representaram mais de 50% dos pedidos totais durante o período.

Durante o primeiro trimestre de 2012/13, o crescimento de vendas, comparado ao mesmo período no ano passado, foi apoiado por Thermal Power e Transporte, enquanto a receita de Grid se manteve estável e a de Renewable Power sofreu uma queda temporária.

O total de pedidos em carteira ficou em €51 bilhões em 30 de junho de 2012, representando 30 meses de vendas.

“2012/13 começa com um forte desempenho comercial, conforme ilustrado pelo índice book-to-bill de 1,3. No primeiro trimestre, os pedidos ficaram em um nível sólido, enquanto as vendas progrediram conforme o esperado. As licitações atuais continuam ativas, ainda impulsionadas pelas perspectivas de mercados emergentes, mas também na Europa para Transporte. Para o ano todo, esperamos que os pedidos se mantenham e que, como já anunciamos, as vendas aumentem mais de 5%”, afirmou Patrick Kron, Chairman & CEO da Alstom.

Revisão de Setor :Thermal Power -Durante o primeiro trimestre de 2012/13, o Setor Thermal Power recebeu €2,499 milhões em novos pedidos, uma queda de 11% em relação ao primeiro trimestre do último ano fiscal. Em particular, o Setor registrou um grande projeto de usina de energia a gás, incluindo duas turbinas a gás GT26 em Israel com o respectivo contrato de operação e manutenção. Duas ilhas de turbinas para uma usina de energia a carvão, contrato fechado em parceria com a Bharat Forge, também foram registradas na Índia, bem como uma turbina a gás GT13 na China. Além do contrato de operação e manutenção mencionado, Thermal Service manteve uma forte atividade comercial.

As vendas, de €2.070 milhões, aumentaram 6% em relação ao mesmo período do ano passado.

Renewable Power -No primeiro trimestre de 2012/13, Renewable Power registrou €214 milhões em pedidos, uma queda de 35% em relação ao primeiro trimestre de 2011/12. O Setor recebeu apenas pequenos projetos hidrelétricos e eólicos, principalmente na África e no Brasil.

As vendas, em €389 milhões, tiveram queda de 18% em relação ao mesmo período do ano passado, impactadas pela ausência de receitas significativas para grandes contratos hidrelétricos em execução na América Latina durante o trimestre.

Grid -Com €1,017 milhão, o Setor Grid registrou um nível sustentado de pedidos, 14% acima do primeiro trimestre de 2011/12. Isso incluiu dois contratos para subestações turnkey nos Emirados Árabes Unidos e em Taiwan.

Durante o trimestre, o Setor gerou vendas de €889 milhões, estável em relação ao mesmo período do ano passado.

Transporte -Durante o primeiro trimestre de 2012/13, os pedidos de Transporte atingiram €2,299 milhões, mais que o dobro do volume de pedidos recebidos durante o mesmo período do ano passado. O Setor Transporte registrou contratos para trens regionais na Suécia e na Alemanha, metrôs em Lille (França) e sistema de sinalização em Amsterdã (Holanda). Projetos de metrô no Peru e na Venezuela, anunciados no último ano fiscal, também foram registrados durante o período.

Com vendas de €1,429 milhão, o Setor gerou receitas com alta de 17% em relação ao baixo nível do primeiro trimestre 2011/12.

Principais eventos do primeiro trimestre 2012/13: durante o primeiro trimestre de 2012/13, a Alstom estabeleceu novos marcos em tecnologia e oferta de produto.

Em 5 de abril de 2012, o consórcio liderado pela EDF Energies Nouvelles foi escolhido para desenvolver três grandes projetos na França, para os quais a Alstom irá fornecer 240 turbinas eólicas offshore, a partir de 2015. Para isso, Renewable Power construirá quatro fábricas em Saint-Nazaire (nacelas e geradores) e Cherbourg (pás e torres), além de estabelecer um centro de engenharia e P&D. O investimento será voltado aos mercados eólicos offshore da França e outros países europeus.

No dia 7 de maio de 2012, a maior unidade de teste de captura de CO2 do mundo foi inaugurada no Centro de Tecnologia de Mongstad, na Noruega. Parcialmente baseada na tecnologia de amônia resfriada da Alstom, esta usina de demonstração permitirá ao Grupo testar mais a fundo essa tecnologia em gás de combustão, começando no verão de 2012. Mongstad é um dos 16 pilotos de Captura & Armazenamento de Carbono e um dos projetos em larga escala de Thermal Power ao redor do mundo.

Em 11 de junho de 2012, a Alstom e o francês “Fonds Stratégique d’Investissement” (Fundo de Investimento Estratégico) fecharam um acordo para a aquisição da Translohr, marca da Lohr Industrie especializada em VLTs à base de pneus. O acordo permitirá o desenvolvimento contínuo da tecnologia e prospecção de negócios da Translohr, ao mesmo tempo em que preservará a indústria em Alsace (França) e garantirá a execução de projetos em andamento.

Em 20 de junho de 2012, a Alstom e a entidade estatal francesa CEA-INES (Institut National de l’Energie Solaire) anunciaram a criação de um centro conjunto de Pesquisa e Desenvolvimento em Chambery (França). Este laboratório conjunto se concentrará no desenvolvimento de soluções avançadas de armazenamento de energia e integração de parques de energia renovável em redes inteligentes de transmissão e distribuição. A criação deste centro de P&D confirma o compromisso da Alstom Grid em acelerar as pesquisas para soluções de armazenamento de energia.

Situação e panorama financeiro -O Grupo reafirma sua orientação de um crescimento de vendas de mais de 5% ao ano para este ano fiscal e os próximos dois, além de uma melhora gradual da margem operacional, que deve ficar em torno de 8% em março de 2015.

A Alstom também confirma que o fluxo de caixa livre deve ficar positivo em cada um dos três anos fiscais, o que deve permitir um fortalecimento ainda maior de sua sólida situação financeira atual. [.alstom.com ].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: