Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT RSS BLOGS BOLETIM TV FATOR BRASIL LINKS
Busca: OK
CANAIS

28/04/2012 - 09:31

TCP obtém autorização para construir novo cais de atracação

As obras foram liberadas pelo Ibama no dia 25 de abril.

O TCP – Terminal de Contêineres de Paranaguá, um dos maiores terminais portuários de contêineres do Brasil – recebeu do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) a licença de instalação que autoriza o TCP a construir seu terceiro cais de atracação. A autorização foi concedida no dia 25 de abril e dá ao TCP a permissão para iniciar as obras da construção do novo cais, de 315 metros, que deverão começar de imediato, com tempo estimado de execução de 14 meses.

A autorização foi obtida após a realização de um EIA-RIMA (estudo de impactos ambientais), atendendo a todas as exigências do Ibama e das entidades anuentes. “Esse licenciamento é fruto de um trabalho de profunda relevância técnica, contemplando todos os aspectos sócios, econômicos e ambientais da área afetada. É uma obra da maior relevância e trará melhorias e ganhos de eficiência, qualidade para toda a cadeia produtiva localizada na área de influência do Porto de Paranaguá”, afirma Juarez Moraes e Silva, diretor Superintendente do TCP.

Com a ampliação do cais de atracação, o TCP poderá aumentar sua capacidade operacional para movimentar até 1,5 milhão de TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) por ano, a partir de 2013. Essa ampliação faz parte de um plano de investimentos iniciado em 2011, abrange também a compra de equipamentos e a melhoria dos processos do Terminal, que consumirão investimentos de R$ 250 milhões.

Os primeiros resultados desses investimentos já começaram a aparecer. Em abril, a produtividade do TCP passou de 35 mph (movimentos por hora/navio) para mais de 60 mph, possibilitando um crescimento na movimentação de 16% em relação ao primeiro trimestre de 2011. A maior eficiência possibilitará aos armadores, importadores, exportadores e transportadores expressivas reduções de tempo e custo quando da utilização dos serviços no Terminal, tornando o Porto de Paranaguá ainda mais competitivo. “Nosso objetivo é oferecer serviços de excelência para o mercado, aumentando a produtividade e a qualidade deles.”, diz Luiz Antonio Alves, diretor Financeiro do TCP.

O TCP é o 3º maior terminal portuário de contêineres do Brasil, e, desde 1998, opera sob regime de concessão no Porto de Paranaguá. Com capacidade atual de aproximadamente 1.200.000 TEUs por ano (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), o TCP aumentará sua capacidade após a expansão de seu terceiro berco, para mais de 1.500.000 TEUs anuais. Seus acionistas, além da Advent, incluem a Pattac Empreendimentos e Participações S/A, TUC Participações Portuárias S/A, Soifer Participações Societárias Ltda.,Grup Maritim TCB S.L. e Galigrain S.A. |www.tcp.com.br.

Enviar Imprimir
© Copyright 2006 - 2014 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira