Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT RSS BLOGS BOLETIM TV FATOR BRASIL LINKS
Busca: OK
CANAIS

31/03/2012 - 12:17

Índices de produção e vendas são positivos no primeiro bimestre , aponta Abiquim

Os volumes de produção e vendas de produtos químicos iniciaram o ano com resultados favoráveis, informa o RAC (Relatório de Acompanhamento Conjuntural) da Abiquim. No primeiro bimestre, a produção aumentou 14,23% em relação a igual período do ano anterior e as vendas internas cresceram 14,63% na mesma comparação. Os dados dos primeiros meses de 2012 em termos de produção e vendas internas são os melhores da série histórica acompanhada pela entidade.

Na avaliação da Abiquim esse comportamento se deve à base deprimida de comparação. Em fevereiro do ano anterior houve um “apagão” de energia elétrica que atingiu o Nordeste do País e afetou significativamente a produção das empresas localizadas na região. Além disso, houve uma melhora expressiva na demanda do mercado interno nos primeiros meses do ano.

No acumulado dos últimos 12 meses, no entanto, os índices de produção e vendas internas tiveram uma queda, sendo que a produção recuou 0,33% e as vendas internas 1,12%.

Enquanto a produção teve queda, as importações cresceram 18,53%. Segundo a diretora técnica de economia e estatística da Abiquim Fátima Giovanna, o crescimento da demanda interna dos últimos anos tem propiciado inúmeras oportunidades ao País, que, todavia, vem sendo aproveitadas por fatias cada vez mais crescentes e preocupantes de produtos importados. “O agravamento desse quadro é explicado por várias razões: a diminuição da demanda mundial por produtos químicos, a guerra dos portos, o câmbio favorável às importações e a falta de competitividade da indústria local”, aponta.

No primeiro bimestre do ano, o índice de preços aumentou 6,0% em relação ao ano anterior. Nos últimos 12 meses, o índice cresceu 13,02%.

A utilização da capacidade instalada ficou em 83%, nove pontos acima daquela registrada nos dois primeiros meses de 2011.

A Abiquim acredita que o segmento carece de medidas urgentes governamentais que possam caminhar na direção de elevar a competividade do produto fabricado no Brasil. Uma das medidas pleiteadas pela associação é a adoção de critérios que visem devolver competitividade às indústrias que usam o gás natural como matéria-prima, conforme previsto pela lei do gás, divulgada em março de 2009. Tal condição é essencial para fazer com que diversas unidades produtivas retomem a produção, bem como para destravar importantes investimentos em ampliação de capacidade produtiva nessa cadeia.

Perfil da Abiquim - A Associação Brasileira da Indústria Química – Abiquim ­– fundada em 1964 reúne as indústrias químicas de grande, médio e pequeno porte, bem como prestadores de serviços ao setor nas áreas de logística, transporte, gerenciamento de resíduos e atendimento a emergências. A entidade representa o setor nas negociações de acordos internacionais relacionados a produtos químicos. A ABIQUIM é responsável pela coordenação, em nível nacional, do Programa Atuação Responsável® e pela operação do Pró-Química®, além de administrar o CB 10 - Comitê Brasileiro de Normas Técnicas, da ABNT, para a área química. [www.abiquim.og.br].

Enviar Imprimir
© Copyright 2006 - 2014 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira