Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT RSS BLOGS BOLETIM TV FATOR BRASIL LINKS
Busca: OK
CANAIS

03/03/2012 - 12:31

Cardeal Rylko e Arcebispo do Rio recebem a imprensa na sede da JMJ Rio2013


No último dia da visita dos membros do Pontifício Conselho para os Leigos (PCL) ao Rio de Janeiro, a comitiva de Roma liderada pelo Cardeal Stanislaw Rylko, Presidente do PCL, junto de membros e do presidente do Comitê Organizador Local (COL) da JMJ 2013, Dom Orani João Tempesta, recebeu a imprensa para uma entrevista coletiva na qual o Cardeal ressaltou que o “investimento no jovem é o melhor investimento para o futuro da Igreja e do mundo de hoje”.

No final do mês de março, o Comitê Organizador Local estará em Roma para um encontro de três dias com representantes das Conferências Episcopais e de Movimentos ligados à JMJ de mais de 80 países. Na ocasião, será feito um balanço da JMJ de Madri. “Depois, iremos lançar a nível internacional esse caminho de preparação para a Jornada do Rio. Este será um momento muito importante, pois recebemos informações de muitos países que estão ansiosos em saber como o Rio está se preparando para a Jornada”, declarou Cardeal Rylko.

Dom Orani ressaltou que no dia 1º de abril, Domingo de Ramos, data em que se celebra o Dia Mundial da Juventude, o Rio pretende dar de presente uma réplica do Cristo Redentor, de 3 metros de altura, ao papa Bento XVI. “Sugerimos ao PCL levarmos uma réplica do Cristo Redentor para que fosse contemplado, na praça de São Pedro, esse evento de comunicação para a JMJ. Estamos vendo a possibilidade com o Vaticano, com a Embaixada Brasileira no Vaticano, com o Governo do Estado do Rio”.

Locais da JMJ -Sobre os possíveis locais para os atos centrais com o Papa Bento XVI, Dom Orani afirmou que ainda há várias questões a serem discutidas entre a Arquidiocese do Rio, PCL, Prefeitura, Governo do Estado e a Assessoria do Papa. “Todos locais são candidatos e todos são possíveis. Porém, não podemos criar falsas expectativas em torno de algum lugar antes que aconteça essa decisão. Essa será uma decisão tomada a três: pelo Pontifício Conselho para os Leigos, pelo Comitê Organizador do Rio e pela Assessoria do Papa”. Ele informou ainda que um enviado do Vaticano virá novamente ao Rio para analisar os lugares sugeridos e, no início do segundo semestre, deverão ser anunciados os locais escolhidos.

Balanço -Dom Orani lembrou que esta foi uma semana importante para a preparação da JMJ 2013. Nela os membros do PCL puderam escutar os responsáveis pelas distintas comissões do COL e reunir-se com autoridades da Arquidiocese do Rio e da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil para falar dos avanços feitos na preparação do evento que contará com presença do Papa em Julho de 2013.

De igual maneira o arcebispo destacou a importância das reuniões que a comitiva de Roma teve com representantes do governo do Estado do Rio de Janeiro e do Governo Federal assim como a oportunidade de visitar locais e avaliar a estrutura do Rio para o evento que espera reunir milhões de jovens de todo o mundo.

O Cardeal Rylko por sua parte afirmou que pôde constatar que o “estado dos trabalhos estão bastante avançados” e ficou particular impressionado com alguns aspectos específicos deste intenso trabalho o entusiasmo e a alegria dos que estão empenhados neste caminho de preparação, o sentido responsabilidade e profissionalismo do trabalho que está sendo feito e o fato que o trabalho de preparação foi confiado em grande parte aos próprios jovens. “Assim os jovens do Rio, também os jovens brasileiros, não somente consumidores do evento, mas sujeitos ativos que o preparam, que o criam em certo sentido” .

O Cardeal ficou impressionado também com a “criatividade dos brasileiros”. Cada Jornada Mundial dos Jovens, disse o cardeal, traz sempre algo que novo suscita surpresa, maravilha: “Tenho certeza que estas novidades positivas e belas e de certo modo fascinantes, certamente não faltarão aqui no Rio de Janeiro”, afirmou o presidente do PCL.

JMJ volta à América Latina após 25 anos -Depois o cardeal recordou que a Jornada volta depois de 25 anos ao continente latino-americano. Ele lembrou aos presentes que em 1987 que a primeira Jornada Mundial da Juventude fora de Roma foi precisamente em Buenos Aires, Argentina. Segundo o Cardeal a Jornada do Rio “dará um novo impulso missionário e de alegria na fé a todo o continente latino-americano”.

O Cardeal ficou impressionado com a comunhão entre as autoridades civis e representantes da COL e da Igreja que e ressaltou que ambos chegam a uma conclusão comum: o investimento no jovem é o melhor investimento que se pode fazer para o futuro do Brasil, no futuro da Igreja e no futuro do mundo.

“Acredito que o ponto culminante da nossa estadia aqui no Rio de Janeiro foi exatamente ontem quando graças à sua Excelência, o arcebispo do Rio de Janeiro, pudemos realizar a Eucaristia no Cristo Redentor no Corcovado. Foi um momento muito importante, uma pedra fundamental no caminho de preparação para JMJ do Rio de Janeiro. Lá podemos compreender ainda melhor que aquele que convido os jovens ao rio de Janeiro é o próprio Cristo. Foi ali no Corcovado que foi lançado uma mensagem aos jovens do mundo inteiro, o Cristo do Corcovado dizia a todos: eu vos espero aqui no ano 2013, porque tenho algo muito importante a dizer a cada um de vocês”. [www.rio2013.com].

Enviar Imprimir
© Copyright 2006 - 2014 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira