Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

29/02/2012 - 09:37

Randon apura receita bruta de R$ 6,4 bilhões em 2011


A boa performance da Companhia foi apresentada em Caxias do Sul (RS) no dia 28 de fevereiro (terça-feira), durante o 10º Encontro nacional.

Em 2011, a Randon cresceu em sintonia com os movimentos ocorridos na indústria de veículos comerciais que produziu 216.270 caminhões (+13,9% sobre 2010), 47.565 chassis de ônibus (+17,4%) e 64.711 veículos rebocados (+1,5% sobre 2010). A Companhia registrou aumento em todos os indicadores: a Receita Bruta Total, antes da consolidação, foi de R$ 6,4 bilhões (+14,1% sobre 2010); a Receita Líquida Consolidada cresceu 11,8% chegando a R$ 4,2 bilhões, o EBITDA de R$ 556,7 milhões foi 2,8% maior e o Lucro Líquido Consolidado alcançou R$ 269,1 milhões com Margem Líquida de 6,5%, o que representa um crescimento de 7,9% no ano.

O diretor corporativo e de relações com investidores, Astor Milton Schmitt, atribui os bons resultados, entre outros, ao momento favorável da economia local e à performance da Companhia e suas controladas no mercado externo, que originou receitas totais em 2011 de US$ 294,4 milhões, um crescimento de 22,5% quando comparado ao exercício anterior. A troca do sistema ERP (Enterprise Resource Planning) também impactou os resultados pelo fato de dar suporte ao avanço das atividades no longo prazo. “A integração e padronização dos processos de negócios são fundamentais para promoção dos ganhos de sinergia entre as empresas do grupo, além de gerar agilidade na estratégia de crescimento”, observa o presidente da Randon, David Abramo Randon, lembrando que ambos os fatores reforçam o compromisso com o crescimento, performance, gestão e estratégia das operações.

As vendas consolidadas para o exterior no exercício de 2011 totalizaram US$ 294,4 milhões, aumento de 22,5% sobre o mesmo período de 2010 (US$ 240,2 milhões). Um dos destaques no mercado externo em 2011 foi a comemoração dos 1.500 produtos CKD montados no Quênia. Desde 2005, a RT East Africa é montadora e distribuidora Randon de unidades CKD para os mercados do Quênia, Uganda, Burundi e Tanzânia, onde circula atualmente uma frota de implementos nos modelos de basculantes, tanques, plataformas e bases de container. Além da montagem e distribuição de implementos, a RT trabalha também com a prestação de serviços e a comercialização de peças de reposição, havendo pontos de venda na capital Nairóbi e na cidade portuária de Mombasa. A empresa é parte do Multiple Group of Companies, com atuação em vários segmentos na região da África Leste, com foco no setor de logística e transporte.

Na controlada Fras-le o aumento nos volumes de exportações e a expansão das vendas através das unidades controladas no exterior foram significativos para elevar os resultados da Fras-le principalmente no primeiro semestre de 2011, contribuindo para superar os efeitos da desvalorização da moeda americana. Com a intensificação do processo de internacionalização dos negócios da Companhia, os índices de aumento nas vendas externas foram superiores à evolução apresentada no mercado interno. Os países do Nafta se mantêm como o principal destino das exportações da Fras-le, principalmente pela crescente demanda por lonas de freios para veículos comerciais (blocos). A Fras-le que já atuava no mercado chinês desde 2001, a partir de 2006 passou a atendê-lo através de uma operação comercial fixada na China, até a instalação da fábrica Fras-le Ásia em 2009. Em apenas dois anos de operação, a Fras-le Ásia, instalada na cidade de Pinghu, na Província de Zhejiang, na China, concluiu em maio/2011 seu primeiro plano de expansão, que previa o início da produção local de pastilhas para freios para veículos comerciais, além das lonas já produzidas.

Também em 2011, a Randon Argentina, que está executando plano de investimentos da ordem de US$ 8,0 milhões, para o período 2010-2012, em sua unidade industrial em Alvear-Rosário, na Província de Santa Fé, acaba de receber da presidente daquele país, Cristina Fernández de Kirchner, o certificado oficial de participação do governo argentino no financiamento de parte do projeto em andamento. Dedicada à fabricação de reboques e semirreboques, a Randon Argentina está ampliando e modernizando a fábrica, que se propõe, no curto prazo, a incentivar a produção nacional argentina, reduzindo as importações e impulsionando a geração local de empregos. Com mais este investimento, a Randon S.A Implementos e Participações avança em sua estratégia exportadora para a América do Sul. O atendimento ao mercado interno argentino aliado às vendas externas, coloca a Randon Argentina entre as maiores fabricantes locais de reboques e semirreboques. A empresa já exporta para o Uruguai, Brasil, Bolívia, Paraguai e Chile. Sua rede de distribuição é constituída por concessionários exclusivos com atuação direta nas Províncias de Mendoza, San Juan, San Luis, Córdoba, Rioja, Catamarca, Chaco, Corrientes, Misiones, Posadas, Santa Cruz, Neuquén, Rio Negro, Chubut e Tierra Del Fuego. A empresa também conta com representantes de vendas no interior da Província de Buenos Aires e norte do país e dispõe de vendedores diretos na Província de Entre Rios, Santa Fé e na Capital Federal.

Investimentos -Em 2011 foram contabilizados R$ 248,3 milhões em investimentos. Neste período a Companhia realizou a etapa principal dos investimentos na implantação do novo sistema de gestão, o ERP. Os processos de migração iniciaram em janeiro com o sistema de RH, e em meados de 2011 a implantação nas unidades controladas de menor porte (Banco, Consórcio, JOST, Castertech) e finalizando, entre novembro/2011 e janeiro/2012, com as unidades maiores (Fras-le, Master, Suspensys e Randon). Ainda deverão ocorrer alguns investimentos e gastos, nesta rubrica, no próximo exercício por conta de ajustes no sistema.

Outro destaque de 2011 foi a conclusão das novas instalações da expedição da Randon Implementos iniciada em 2010. O prédio está localizado junto à fábrica, no Complexo Interlagos, em Caxias do Sul com uma área de mais de 5 mil m². O amplo projeto contempla ainda uma passarela ligando as dependências da fábrica com a nova expedição, área para a entrega técnica dos produtos e um pátio com capacidade de 300 vagas para estacionamento. Em breve também irá abrigar a estrutura da nova Casa do Cliente. O investimento total superou os R$ 20 milhões e traz vantagens operacionais significativas como a melhoria no fluxo logístico, visto que a nova área está apta para atender a visão de crescimento da empresa.

Comportamento por segmento: veículos - O segmento de Veículos e Implementos, composto pela Randon S.A. Implementos e Participações (RS), Randon Argentina S.A., Randon Implementos para o Transporte Ltda.(SP) e Randon Brantech Implementos para o Transporte Ltda. (SC), respondeu por 49,7% da receita líquida da Companhia no exercício em análise. Na distribuição de produtos desse segmento, os veículos rebocados representaram 81% da receita líquida, enquanto veículos especiais e vagões ferroviários, alcançaram, respectivamente, 10% e 9%. O ano de 2011 foi pontuado pelo lançamento de uma nova família de produtos, a Linha R, que alavancou vendas ao longo do período e promoveu a substituição de todas as linhas de veículos rebocados da marca Randon. O mercado doméstico de veículos rebocados consumiu 59.435 unidades, praticamente mantendo os volumes verificados em 2010. “A revisão dos subsídios existentes no ano de 2010, com a aplicação de taxas de juros menos atrativas a partir do segundo trimestre de 2011, não arrefeceu as vendas”, observa o diretor Astor Milton Schmitt reafirmando a importância da continuidade da isenção de IPI até dezembro de 2012.

A Companhia também anunciou, em outubro do ano passado, a aquisição da Folle Indústria de Implementos Rodoviários Ltda., em Chapecó (SC), focada na fabricação de semirreboques frigoríficos. A aquisição faz parte da estratégia de crescimento da Randon, que busca destinar investimentos para o fortalecimento de segmentos específicos, em polos regionais, visando consolidar ainda mais sua presença no mercado doméstico. Os resultados desta empresa, sob a nova denominação Randon Brantech Implementos para o Transporte Ltda. passam a ser consolidados nos resultados da Randon a partir desse quarto trimestre de 2011.

Vagões ferroviários - Em 2011, a produção nacional de vagões ferroviários foi 5.616 unidades, 72% superior às 3.261 unidades fabricadas em 2010 (Abifer/Simefre).Contrastando com um primeiro semestre aquecido, a segunda metade de 2011 foi marcada por uma ausência de grandes ordens de compra, cenário alterado apenas em outubro, quando a Companhia anunciou a venda de 168 vagões à MRS Logística S.A. Um dos diferenciais da Randon nesta área é a flexibilidade de produção de veículos rebocados por vagões ou vice-versa, dependendo da demanda de mercado e das novas contratações. Em 2011, foram produzidos 913 vagões, totalizando 16% de participação de mercado, o que coloca a Randon como segunda maior fabricante nacional de vagões ferroviários.

Veículos especiais - O segmento de Veículos Especiais continua mantendo níveis elevados de demanda, sustentados por compras do governo, principalmente àquelas ligadas aos programas do PAC e “Minha Casa, Minha Vida” e aos fortes investimentos nas áreas de energia, saneamento e obras direcionadas a eventos esportivos, como Copa do Mundo e Olimpíadas. O resultado negativo na comparação anual pode ser explicado por ordem excepcional do governo do Estado do Rio Grande do Sul, no ano de 2010. Excluindo-se essa ordem única, o volume de unidades faturadas nesse segmento em 2011 representaria um montante 11% superior a 2010.

Autopeças - O segmento de autopeças da Randon é formado pelas empresas Castertech, Fras-le, JOST, Master e Suspensys e representou 48,8% das vendas líquidas consolidadas, com receita de R$ 2 bilhões em 2011 (R$ 1,8 bilhão em 2010). A Randon é uma das principais fornecedoras de peças e sistemas automotivos para as montadoras de veículos comerciais do Brasil e no mundo, posição desenvolvida ao longo dos anos pelas parcerias, foco no desenvolvimento tecnológico, competitividade, eficiência e qualidade de seus produtos.

Serviços - O braço financeiro das Empresas Randon, com a Randon Consórcios e o Banco Randon, respondeu por 1,49% da receita líquida consolidada no exercício de 2011. Esses negócios são um complemento da atividade fim (acesso a crédito e financiamento de produtos para clientes das demais empresas Randon) e um importante meio de sustentação de vendas. As vendas de consórcios observaram um acentuado crescimento durante o ano de 2011. Foram comercializadas 10.964 cotas, 42,6% superior ao exercício passado. A estratégia de ampliação da rede própria de vendas, com a marca Racon Consórcio de Imóveis e Automóveis, suportou esse crescimento e em 2011 foram abertos 32 novos pontos de vendas (em um total de 62 pontos). Também parte do braço financeiro da Companhia, o Banco Randon atua como suporte às vendas, com financiamento direcionado a clientes e fornecedores das Empresas Randon. O banco vem em um crescente de operações, tendo seu capital sido elevado em R$ 25 milhões, permitindo maior alavancagem. O foco continua sendo ampliar a base comercial em conjunto com os distribuidores Randon, oferecendo-se o Banco Randon como interessante alternativa de financiamento.

Perfil corporativo -O conglomerado de Empresas Randon teve seu início em 1949 e, através de suas empresas, atua nos segmentos de veículos para o transporte de carga, ferroviário e fora de estrada, bem como sistemas automotivos, autopeças e serviços. O complexo é formado por onze empresas, sendo a Randon S.A. Implementos e Participações a empresa controladora e dez controladas diretas: Fras-le S.A., Randon Argentina S.A., Randon Implementos para o Transporte Ltda., Randon Administradora de Consórcios Ltda., Master Sistemas Automotivos Ltda., JOST Brasil Sistemas Automotivos Ltda., Suspensys Sistemas Automotivos Ltda., Castertech Tecnologia e Fundição Ltda, Randon Investimentos Ltda (Banco Randon) e a Randon Brantech Implementos para o Transporte Ltda. O controle acionário é exercido pela DRAMD Administração e Participações Ltda. que, juntamente com as participações individuais de seus sócios, detêm 40,7% do capital total. Hoje a Randon é uma marca de referência global, possui parceiros estratégicos de classe mundial, situa-se entre as maiores empresas privadas brasileiras, possui liderança em todos os seus segmentos, exporta para todos os continentes e faz parte do Nível 1 de Governança Corporativa da Bovespa.

As Empresas Randon, em seu conjunto, produzem um dos mais amplos portfólios de produtos do segmento de veículos comerciais, correlacionados com o transporte de cargas, seja rodoviário, ferroviário, ou fora de estrada dentre as empresas congêneres no mundo. A Randon S.A. Implementos e Participações produz semirreboques, reboques, vagões ferroviários e veículos especiais. A Brantech, adquirida em outubro de 2011, atua na fabricação de implementos rodoviários, mas especificamente carrocerias frigorificadas. A produção de autopeças e sistemas visa atender à demanda cativa da Randon Implementos e da Randon Veículos e também atuar como sistemista das principais montadoras de caminhões, ônibus, reboques/semirreboques e veículos comerciais leves instaladas no país, e também veículos de passageiros, aeronáuticos, hidroviários e ferroviários. Parcela relevante é direcionada para o mercado de reposição nacional e para o mercado externo em produtos novos e de reposição. A Fras-le S.A. produz lonas e pastilhas de freio que compõem o conjunto de freio produzido pela Master. Este, por sua vez, integra o conjunto de eixo e suspensão produzido pela Suspensys. A JOST produz o conjunto de articulação e acoplamento que une o cavalo mecânico ao veículo rebocado. A Castertech está voltada à produção de componentes em ferro fundido nodular para fornecimento às empresas Randon, atendendo a um processo de integração da cadeia.

No segmento de serviços, a Randon Consórcios comercializa e administra grupos de consórcios como forma de prover financiamento aos clientes de produtos finais e o Banco Randon atua como suporte das vendas, com financiamento direcionado a clientes e fornecedores das Empresas Randon.

.[Foto: Esquerda para a direita: Astor Milton Schmitt - Diretor corporativo e de relações com investidores | Daniel Randon – Diretor Presidente com Investidores da Fras-le | David Abramo Randon – Diretor-Presidente da Randon | Alexandre Randon – vice-presidente de administração e finanças |Erino Tonon – Diretor Vice-Presidente de Operações | Alexandre Gazzi – Diretor Executivo Autopeças/(Crédito/fotos: Magrão Scalco].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: