Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

09/11/2011 - 09:39

Marcopolo cresce 24,6% no 3T11 e produção global atinge 23.242 unidades até setembro

Empresa mantém guidance para 2011, com receita líquida de R$ 3,25 bilhões e produção de 30,2 mil unidades.

Caxias do Sul (RS)- A Marcopolo S.A. registrou crescimento de 24,6% no terceiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2010, com receita líquida de R$ 888,6 milhões e produção de 8.982 unidades. Nos nove primeiros meses do ano, obteve evolução de 14,1%, com receita líquida de R$ 2,420 bilhões e produção global de 23.242 unidades, e manteve o seu guidance para 2011, com receita líquida de R$ 3,25 bilhões e produção global de 30.200 unidades.

O desempenho registrado na receita líquida no terceiro trimestre é fruto do contínuo e sustentado crescimento no mercado interno – 23,2% maior que no ano passado – e também da expansão dos negócios das unidades no exterior e com as exportações – com surpreendentes 29,3%.

A produção consolidada da Marcopolo atingiu 8.982 unidades de julho a setembro, 24,6% maior que as 7.223 registradas no terceiro trimestre de 2010. Somente no Brasil, nesse mesmo período, o volume alcançou 5.834 unidades, 17,5% superior ao do ano passado, enquanto no exterior foi de 3.148 veículos, 39,4% além do que foi obtido em 2010, com destaque para os resultados estabelecidos na Índia, Argentina e Colômbia.

De acordo com José Rubens de la Rosa, diretor-geral da Marcopolo, o desempenho da companhia nos primeiros nove meses, aliado aos pedidos em carteira já fechados para o restante do ano, assegura que as expectativas de desempenho para este ano deverão ser atingidas.

“Cabe ressaltar que os resultados obtidos pela Marcopolo nos últimos anos são fruto de decisões estratégicas que se mostraram assertivas e de um programa de investimentos no montante R$ 330 milhões aplicados em modernização dos equipamentos industriais, no aumento da capacidade instalada e em treinamento e qualificação da mão de obra”, comenta de la Rosa.

Segundo o executivo, no quarto trimestre de 2011 a produção segue acelerada, com gran de participação de produtos de alto valor agregado. Para 2012, as perspectivas são bastante positivas e fatores como as eleições municipais; o início das aquisições dos ônibus para as linhas BRTs; a ampliação do Programa “Caminho da Escola”, e os eventos esportivos no Brasil, entre outros, deverão manter a demanda elevada.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: