Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

09/11/2011 - 09:39

BID empresta US$ 1.1 bilhão para conclusão do Rodoanel Mário Covas

Recursos do Banco complementarão financiamento dos governos federal e estadual para que último trecho da obra seja entregue.

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou hoje empréstimo de US$ 1.1 bilhão para a construção dos 44 km do trecho norte do Rodoanel Mário Covas, em São Paulo. Trata-se da última etapa da obra de 177 km, um dos maiores e mais importantes projetos de infraestrutura já executados no Brasil.

Em construção há mais de uma década, os trechos em operação do Rodoanel já contribuem para a melhora do transporte de carga e passageiros, ao reduzir o tráfego e a poluição na região metropolitana de São Paulo. Em consequência, houve ganhos na qualidade de vida e produtividade na área.

“Com a conclusão do trecho norte, parte significativa do tráfego com destino final ao porto de Santos, países do Mercosul e outras regiões no Brasil deixará de passar pela região metropolitana, o que diminuirá os congestionamentos”, explica Vera Lúcia Vicentini, especialista do BID e líder do projeto. “A população desfrutará de melhor conectividade e mobilidade, além de contar com mais segurança durante suas viagens”.

A região da Grande São Paulo apresenta graves problemas de congestionamento devido, entre outros fatores, ao crescimento anual de 5% da frota de veículos na região metropolitana e à estrutura radial das 10 principais rodovias do país pelas quais transitam cerca de um milhão de veículos por dia e que cruzam obrigatoriamente a cidade. A Marginal Tietê e a Marginal Pinheiros, principais vias de São Paulo, estão saturadas 60% do tempo e apresentam um elevado número de acidentes.

Juntamente com o Ferroanel e a criação de centros logísticos integrados, o Rodoanel deve ainda melhorar o acesso a importantes áreas de produção e comercialização e centros de conexão internacional, reduzindo o tempo de viagem com ganhos significativos no custo do transporte e na produtividade.

A expectativa é de que o trecho norte do Rodoanel seja entregue em novembro de 2014. A obra conta com três fontes de financiamento. Além do US$ 1.1 bilhão do BID, receberá aporte de US$ 980 milhões do Governo Federal e US$ 890 milhões do Governo do Estado de São Paulo.

Os 44 km do trecho norte ligarão o final do trecho leste – na intersecção com a rodovia Presidente Dutra - à Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, no início do trecho oeste. Haverá ainda interligações com o aeroporto internacional de Guarulhos e a rodovia Fernão Dias.

Com o trecho norte, espera-se que a média de tráfego diário na Marginal Tietê caia 10% no primeiro ano de operação (porcentual que chegará a 13% em 2024) e que a velocidade média dos veículos aumente até 17%. Além disso, estima-se que o trecho norte contribuirá para reduzir a emissão de gás carbônico em cerca de 0,5 milhão de ton/ano e o material particulado emitido pelo tráfego de veículos na Marginal Tietê, em 18%.

O empréstimo tem prazo de 25 anos, com período de carência de cinco anos e taxa de juros variável baseada na LIBOR.|BID.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: