Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

12/08/2011 - 04:51

Receita líquida da Triunfo aumenta 24,6% no 2T11, para R$ 162,8 milhões

Ebitda cresce 15,9% no trimestre em comparação ao 2T10, atingindo R$ 71,6 milhões.Terminal Portuário de Navegantes registra receita bruta 33,8% superior à obtida em 2T10 e lucro base de dividendos chega a R$ 17,0 milhões, crescimento de 56,4% quando comparado ao 2T10.

São Paulo– A Triunfo Participações e Investimentos S.A. [Bovespa: TPIS3] – empresa que atua no setor de infraestrutura e está presente nos segmentos de concessões rodoviárias, administração portuária e geração de energia – registrou receita líquida de R$ 162,8 milhões no segundo trimestre de 2011 (2T11), uma elevação de 24,6%, se comparado ao mesmo período do ano passado (2T10).

No 2T11, o lucro base de dividendos da Triunfo – parâmetro para a distribuição de dividendos – teve um incremento de 56,4%, totalizando cerca de R$ 17,0 milhões, ante R$ 10,9 milhões no 2T10.

A receita bruta da Companhia cresceu 25,9% no mesmo período, atingindo R$ 178,9 milhões. Essa expansão é atribuída ao incremento de 9,9% no tráfego total nas rodovias sob concessão da empresa e de 5,2% na tarifa média efetiva; ao crescimento de 33,8% na receita registrada pela Portonave; ao início das atividades da empresa de cabotagem Maestra e à receita proveniente da geração de energia da controlada Rio Verde.

Ainda na mesma base de comparação, a Companhia teve crescimento de 15,9% no Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação), e atingiu R$ 71,6 milhões no 2T11.

Setor rodoviário- O volume de tráfego em rodovias sob concessão de Concer, Concepa e Econorte – controladas da Triunfo – aumentou 9,9% em relação 2T10 e atingiu 17.970 mil veículos equivalentes no 2T11. Essa expansão, somada a um acréscimo de 5,2% da tarifa efetiva média, resultou em um crescimento de 15,5% da arrecadação de pedágio na malha rodoviária sob administração das três empresas.

Setor portuário-No segmento portuário, a movimentação de contêineres no Terminal Portuário de Navegantes, administrado pela Portonave S.A., controlada pela Triunfo, atingiu a marca de 137.202 TEUs – unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés – no 2T11. O terminal registrou receita de R$83.274, 33,8% superior à apresentada no mesmo período do ano anterior – principalmente por conta do equilíbrio entre caixas cheias e caixas vazias e do aumento da importação.

A Maestra Logística iniciou, em abril, a operação do Maestra Atlântico – primeiro navio da companhia. Em maio, a companhia já adquiriu sua terceira embarcação. A expectativa é de que a Maestra opere com quatro navios e paradas semanais em cinco terminais portuários ainda neste ano. No 2T11, o Maestra Atlântico movimentou 1.212 TEUs e obteve receita de R$ 1,8 milhão.

Geração de energia-No segmento de geração de energia, a Triunfo, por meio da Rio Verde Energia, atingiu geração de 183.859 Megawatt-hora (MWh). Desse total, 139.399 MWh foram vendidos à Votener, empresa do grupo Votorantim, e 44.520 MWh de energia excedente foram vendidos para o Mercado Regulado de Energia (MRE) e no Mercado Livre. Ainda no mesmo segmento, a empresa destaca que a construção da UHE Garibaldi está em conformidade com o cronograma.

Perfil: TPI - Triunfo Participações e Investimentos S.A. é uma das principais empresas brasileiras do setor de infraestrutura, com forte atuação nos segmentos: rodoviário, logística portuária e de geração de energia. De capital aberto, está listada no Novo Mercado, nível mais alto de Governança Corporativa da BMF&Bovespa. A Triunfo está presente no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Goiás, empregando aproximadamente 1.900 colaboradores diretos.

A companhia administra 641 quilômetros de rodovias no Sul e no Sudeste do Brasil, por meio das concessionárias Concepa, Concer e Econorte. Além disso, possui participação de 50% na Portonave S.A., que opera o Terminal Portuário de Navegantes, em Santa Catarina; e de 65% na empresa de navegação e logística Maestra. A empresa controla também a Rio Verde Energia S.A, concessionária da UHE Salto, em Goiás; e a Rio Canoas Energia, concessionária da UHE Garibaldi – em construção no Estado de Santa Catarina, entre as cidades de Abdon Batista e Cerro Negro. [ www.triunfo.com/ri].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira