Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

10/08/2011 - 10:05

ALL: volume do 2T11 cresce 9,6% no Brasil em comparação ao mesmo período de 2T10

Transporte de grãos cresceu 13% com ganho de participação de mercado, já que as exportações brasileiras de soja, milho e açúcar permaneceram estáveis.

A ALL – América Latina Logística (Bovespa: ALLL3), maior operadora logística com base ferroviária da América Latina, anuncia o desempenho da companhia no segundo trimestre de 2011. O volume transportado no trimestre aumentou 8,9% em relação a 2010, atingindo 11 bilhões de TKUs. No Brasil, principal mercado da empresa, o crescimento foi de 9,6%, sendo 13% em commodities agrícolas e 1,4% em produtos industrializados.

O crescimento no transporte de commodities agrícolas foi resultado do ganho na participação de mercado, especialmente milho, soja e açúcar, já que as exportações brasileiras desses produtos ficaram estáveis quando comparadas ao mesmo período de 2010. Adicionalmente, ganhos de produtividade no material rodante da Companhia resultaram em uma maior capacidade de volume transportado.

Nos produtos industrializados, o segmento intermodal cresceu 9,2%, com destaque para os seguimentos de papel, madeira e celulose e no siderúrgico. Já nos fluxos de transporte ferroviário puro, houve redução no volume transportado de 3,9%, em função da desaceleração do mercado de cimento e construção.

A Geração de Caixa Operacional consolidada da empresa no segundo trimestre cresceu 12,2% em relação a 2010, chegando a R$489,0 milhões. No mesmo período, o lucro líquido da empresa cresceu 20%, para R$ 185,6 milhões.

Já no consolidado do primeiro semestre, o crescimento da Geração de Caixa Operacional consolidada foi de 7,9%, principalmente em decorrência do aumento do volume de 6,7% para 21,3 bilhões de TKUs. O lucro líquido do semestre foi de R$ 186,1 milhões, uma redução de 2% sobre 2010.

A partir do segundo trimestre deste ano, a ALL passou a reportar de forma separada os resultados da Brado Logística, empresa criada para atender o segmento contêineres utilizando a intermodalidade da ferrovia.

“A Brado irá prestar o nível de serviço necessário para atender o mercado de contêiner, que é pulverizado e de varejo, e atuará como uma consolidadora de cargas para a ferrovia. A participação do mercado de contêiner na ferrovia hoje é de apenas 2%, de um mercado de mais de 2,6 milhões de contêineres na área de atuação da ALL”, afirma Paulo Basílio, Diretor Presidente da ALL.

No segundo trimestre, a Geração de Caixa Operacional da Brado aumentou 42,4%, atingindo R$ 8,4 milhões. Além disso, a empresa já encomendou 145 novos vagões e 2 locomotivas, que devem ser entregues no final de 2011 e inicio de 2012.

Perspectiva 2011-O diretor comercial da ALL, Sérgio Nahuz, analisa que o mercado deve continuar com demanda por exportações para os próximos trimestres. “A estabilidade das exportações agrícolas no primeiro semestre, considerando o aumento esperado de 8,6% na produção agrícola total do Brasil para 2011, deixa boa parte da safra agrícola para ser transportada no segundo semestre do ano”, afirma Nahuz.

Em julho, a ALL também anunciou a criação da Ritmo Logística, uma nova empresa no segmento rodoviário, criada pela segregação da unidade de serviços rodoviários da ALL e da fusão com a Ouro Verde Logística. A Ritmo atuará exclusivamente no mercado rodoviário, com foco no desenvolvimento de operações dedicadas e da exploração do mercado de ponta rodoviária no entorno da ferrovia. A ALL detêm 65% da nova empresa enquanto a Ouro Verde 35%. A Ritmo já nasce com receita bruta de mais de R$ 275 milhões e geração de caixa operacional de R$ 30 milhões, considerando os resultados combinados das empresas em 2010.

“Estamos muito confiantes em relação aos nossos outros projetos estratégicos de expansão. A primeira fase da expansão do Projeto Rumo foi concluída com a entrega de 100% da frota adicional de vagões e locomotivas, e continuamos trabalhando em projetos de infraestrutura nos segmentos de terminais e mineração”, acrescenta Basílio.

Perfil ALL-Maior empresa independente de serviços de logística da América Latina e maior companhia ferroviária do Brasil, a ALL – América Latina Logística possui uma malha de 21.300 mil quilômetros de extensão, que abrange os estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, no Brasil, e nas regiões de Paso de los Libres, Buenos Aires e Mendoza, na Argentina. Opera uma frota de 1.095 locomotivas e 31.650 mil vagões, e conta com unidades localizadas em pontos estratégicos para embarque e desembarque de carga.

Fundada em 1997, com a concessão da Rede Ferroviária Federal (RFFSA), para atuar na malha sul do país, vem ampliando sua atuação em um histórico sem precedentes de expansão e aquisições no setor de logística brasileiro. Em 1999, adquiriu as ferrovias argentinas MESO e BAP e em 2001 integrou os ativos da operadora rodoviária Delara. Com a incorporação da Brasil Ferrovias em 2006, incluiu em suas operações o acesso ao Porto de Santos passando a atuar nos maiores corredores de exportação de commodities e nas mais importantes regiões industriais do país.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: