Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

21/07/2011 - 09:04

Time de vôlei RJX é apresentado oficialmente e estreia contra Cimed/Sky no Maracanãzinho


Depois de 14 anos, o Rio de Janeiro volta a ter oficialmente uma equipe masculina de vôlei na elite nacional com a chegada do RJX. O grupo de jogadores, que conta com cinco campeões mundiais pela seleção brasileira [Dante, Lucão, Marlon, Alan e Theo] foi apresentado no dia 20 de julho (quarta-feira), no Rio de Janeiro. O treinador da nova equipe será Marcos Miranda, que terá Radamés Lattari como supervisor técnico.

Patrocinado pelo Grupo EBX e com o apoio do Governo do Estado por intermédio da Secretaria Estadual de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro, o RJX terá como primeira competição oficial a disputa da Superliga 2011/2012. A estreia do time será no dia 28 de julho (quinta-feira) contra o Cimed/SKY, de Giba e Bruninho, às 20h30, no Maracanãzinho, com transmissão do SporTV.

Os ingressos para a partida amistosa serão distribuídos gratuitamente na bilheteria 2 do Maracanãzinho, próximo ao portão 12 B, a partir de 25 de julho (segunda-feira), das 10h às 19h. Cada torcedor poderá retirar dois ingressos mediante apresentação de carteira de identidade.

A estreia do RJX marcará também uma homenagem especial ao jogador Nalbert, de 37 anos. Fora das quadras há quase dois anos, o campeão olímpico em Atenas 2004 receberá uma placa comemorativa antes da partida pelas mãos de Ary Graça, presidente da CBV. Está prevista também sua participação em alguns pontos durante o jogo. A ideia é que a iniciativa de homenagens e reconhecimento a antigos ídolos se torne uma prática constante dentro do projeto da nova equipe.

Estiveram presentes à coletiva de imprensa no dia 20 de julho (quarta-feira), a secretária estadual de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro, Marcia Lins; o coordenador do projeto EBX de Voleibol, José Inácio Salles; o presidente da CBV, Ary Graça; o gerente geral de Entretenimento do Grupo EBX, Bernardo Fernandez; o técnico da equipe, Marcos Miranda; e o capitão e levantador do time, Marlon.

Outros dez, dos 16 jogadores do elenco, também estiveram no evento: Dante, Théo, Lucão, Riad, Vinícius, Guilherme, Ualas Luiz Roque, Alan e Carlos. Somente Renan e Vitor Santos, à disposição da seleção brasileira juvenil, Paulo Victor e Thiago Sens que disputam os Jogos Mundiais Militares pelo Brasil, e Luiz Felipe “Chupita”, na seleção brasileira de novos, não puderam participar.

Ao apresentar o projeto, José Inácio Salles, coordenador do projeto EBX Voleibol, lembrou ainda que o time RJX é a ponta de lança de outros dois pilares: ações sociais e formação de jogadores. “Nosso objetivo é contribuir com a sociedade possibilitando a prática do esporte por crianças de áreas menos favorecidas e também enriquecer a formação dos jogadores juvenis do Estado”, explicou. A parte social do projeto será feita em parceria com a Escola de Vôlei Bernardinho, em comunidades ocupadas por UPPs.

Já a secretária Márcia Lins comentou a formação de um time de vôlei depois de 14 anos. “Identificamos o vácuo que havia no Estado, sem um time de vôlei, e decidimos construir o melhor time possível.

O projeto tem uma vertente social, com a implantação de núcleos da Escola de Vôlei Bernardinho em cinco comunidades com Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) situadas no entorno do Maracanãzinho, a serem definidas até o mês que vem. Razões, segundo a secretária mais do que suficientes para o Governo do Estado dar todo o seu apoio. A secretária ainda anunciou que, a partir de agora, o ginásio vai ser incluído no roteiro da visitação guiada do complexo do Maracanã e que será criado ali um centro de memória do vôlei carioca e brasileiro.

–“O Rio de Janeiro é o estado olímpico que vai representar o Brasil em 2016 e que tem um calendário esportivo impressionante nos próximos anos, além de uma população com uma paixão especial por este segundo esporte na preferência popular que é o vôlei. Então, tem tudo a ver o Maracanãzinho, que foi feito para o basquete, virar agora a casa do vôlei, sediando um time que vai nos orgulhar nos campeonatos nacionais, além de criar ídolos e incentivar o surgimento de novos talentos no estado”, destacou a secretária.

O Eike Batista, presidente do Grupo EBX, ama o Rio e esteve conosco desde a candidatura para os Jogos Olímpicos de 2016. Esse time já nasce com a energia e o amor do povo do Rio” comemorou. O capitão Marlon confirmou a motivação do time em jogar pelo Rio. “Queremos deixar um legado para o esporte do Estado”, afirmou. “Montamos uma equipe muito forte, coesa, com jogadores de seleção brasileira. Estamos com muita expectativa de ir logo para a quadra”, comentou o meio de rede Lucão.

Representando o grupo EBX, Bernardo Fernandez ratificou o orgulho de patrocinar o projeto. “O RJX veio para multiplicar. Multiplicar talentos, vitórias e credibilidade ao Estado”. Por sua vez, Ary Graça, presidente da CBV, lembrou que o esporte é o segundo na preferência do brasileiro e declarou estar muito satisfeito com a formação do RJX. “A chegada deste time traz uma nova praça para o vôlei. E o patrocínio do Eike Batista indica que o projeto é vitorioso”, garantiu.

Um dos destaques grupo e atuando pela seleção há 12 anos, o ponteiro Dante é outro atleta do RJX que vibrou com a formação de um time masculino de vôlei no Rio. “Como o Rio, o cartão-postal do Brasil, não tinha uma equipe masculina de vôlei? Com esse projeto, o mundo do voleibol verá o Rio de Janeiro com um olhar diferente. Sou apaixonado por essa cidade e agora com esse novo projeto da EBX, o RJX, eu estou completamente feliz e radiante”, disse o atleta que defendia o Dínamo Moscou, da Rússia.

O técnico Marcos Miranda, o Marcão, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona (1992) como auxiliar técnico de José Roberto Guimarães na equipe masculina do Brasil, terá ao seu lado na comissão técnica Radamés Lattari (supervisor técnico), Leonardo Carvalho (assistente técnico), Filipe Costa (preparador físico), Ney Coutinho Pecegueiro do Amaral (médico) e Alexandre Oliveira (fisioterapeuta).

O time RJX- Ponteiros: Dante Guimarães Santos do Amaral, Thiago Henrique Sens, Luiz Felipe Marques Fonteles (Chupita), Vinícius Alessandro dos Santos e Renan Freire da Purificação. Levantadores: Marlon Muraguti Yared, Guilherme Brito Santos e Vitor Santos Gelli Dias. Opostos: Théo Fabrício Nery Lopes e Paulo Victor Costa da Silva. Meios de rede: Lucas Saatkamp, Riad Garcia Ribeiro, Ualas da Conceição Martins e Luiz Carvalho Roque. Líberos: Alan Barbosa Domingos e Carlos Eduardo Viana.

O RJX é patrocinado pelo Grupo EBX e conta com o apoio do Governo do Estado por intermédio da Secretaria Estadual de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro. [www.facebook.com/rjxvolei].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: