Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

27/01/2011 - 09:17

Governador anuncia investimento de R$ 700 milhões da Technip em Angra


Grupo francês construirá fábrica de tubos e usará porto como centro de fornecimento de equipamentos e apoio logístico ao pré-sal. Serão gerados dois mil empregos diretos.

Rio de Janeiro - O governador Sérgio Cabral e o presidente mundial da Technip, Thierry Pilenko, anunciaram no dia 26 de janeiro (quarta-feira), no Palácio Laranjeiras, investimentos de R$ 700 milhões na ampliação do Porto de Angra dos Reis, no litoral sul fluminense. O projeto do grupo francês – um dos maiores players mundiais de produtos e serviços para a indústria petroleira – prevê a instalação de uma fábrica de tubos flexíveis e umbilicais destinados aos campos da camada do pré-sal. Cerca de dois mil empregos diretos e seis mil indiretos serão gerados na expansão do porto e na fábrica, a segunda do grupo no país – a primeira funciona em Vitória (ES).

- O Brasil tem recebido muitos investimentos no setor de óleo e gás. Essa nova fábrica representa geração de emprego, renda e investimento no estado. Sem dúvida, o Rio é a capital do pré-sal e vivemos um momento extraordinário em nossa economia. Estamos procurando mais espaços em nossa costa para receber os investimentos, pois, apesar de sermos o segundo maior PIB do país e a terceira maior população, somos o terceiro menor estado – disse o governador.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Julio Bueno, destacou a importância do investimento para consolidar a posição do Rio de Janeiro como centro das operações do pré-sal, além de impulsionar a economia de Angra dos Reis e região. O projeto prevê a construção de um Centro de Treinamento e Capacitação de Mão de Obra, visando ao aproveitamento dos trabalhadores residentes na região na operação da nova fábrica e do porto.

- Fico feliz de a Technip ter escolhido o Estado do Rio para realizar este investimento. O Porto de Angra estava estagnado durante anos e este projeto significa a dinamização da região. A Technip é uma empresa de alto conteúdo tecnológico, que vai gerar dois mil empregos diretos depois que a fábrica ficar pronta. Isso vai ajudar a espalhar o desenvolvimento pelo estado e gerar receita e renda em torno do pré-sal – disse o secretário.

Thierry Pilenko, presidente mundial da Technip

Construído em 1930, o porto estava praticamente inativo desde 2005, sendo usado para atracação de embarcações. Em junho de 2009, após a aquisição das cotas do Terminal Portuário de Angra dos Reis (TPAR), a Technip começou a operar no local. Segundo Bueno, o Governo não ofereceu incentivos tributários para atrair o empreendimento, pois esta atividade já conta com os benefícios do Repetro – o regime aduaneiro especial de exportação e Importação de bens destinados à exploração e à produção de petróleo e gás natural.

- A empresa veio pelas condições competitivas que o estado oferece – esclareceu Bueno, ao informar que o Governo estadual vai atuar junto à Companhia Docas do Rio de Janeiro – órgão federal responsável pelo controle dos portos no estado – para obter as licenças necessárias para a instalação da fábrica.

O projeto - A ampliação do Porto de Angra dos Reis vai aumentar sua área em cerca de 160 mil m² – dos atuais 78 mil m² para 238 mil m². O projeto será dividido em três etapas e o início das obras da primeira fase está previsto para o segundo semestre deste ano. O objetivo do grupo é transformar o terminal em um centro de fornecimento de equipamentos e apoio logístico ao pré-sal dentro dos próximos cinco anos, aproveitando sua proximidade com a Bacia de Santos.

- Será a fábrica mais moderna do mundo, com tecnologia desenvolvida especialmente para atender os desafios da nova fronteira de exploração petrolífera localizada no pré-sal – destacou o presidente mundial da Technip, Thierry Pilenko.

A previsão é que apenas a unidade fabril demande investimentos da ordem de R$ 300 milhões, com início de produção previsto para 2013. Ainda de acordo com a empresa, toda a operação da Technip está certificada e atende aos requisitos da norma internacional ISO-14.000.

A cerimônia contou com a presença do prefeito de Angra dos Reis, Tuca Jordão; do presidente da Câmara de Vereadores do município, José Antônio, e do presidente em exercício da Companhia Docas do Rio de Janeiro, Hélio Szmajser. Do grupo francês, participaram também o diretor-presidente da Technip Brasil, Frederic Delormel; o superintendente de Relações Institucionais, Cícero Naves Correa, e o diretor de Operações da Divisão Flexíveis da empresa, Roberto Jourdan de Aquino.

Technip - Uma das líderes mundiais em engenharia de óleo e gás, com sede em Paris, na França, a Technip está presente em 48 países e registrou em 2009 um faturamento de 65 bilhões de euros. Com 23 mil funcionários que atuam de forma estratégica e integrada nos principais mercados offshore, a empresa é especializada, há 50 anos, na fabricação e instalação de tubos submarinos, desenvolvimento e construção de plataformas fixas e flutuantes. A companhia também produz instalações para as cadeias de óleo e gás, de petroquímicos e de outras atividades não-petroleiras.

A Technip começou a atuar no Brasil na década de 70, atendendo a demandas da Petrobras. Em 1986, inaugurou, no Porto de Vitória (ES), a primeira fábrica de dutos flexíveis do país – a Flexibrás. Atualmente, a unidade possui 1,2 mil funcionários e já produziu 3.100 Km de linhas flexíveis desde a sua instalação. O grupo francês também possui uma base de apoio offshore em Macaé, na Bacia de Campos, e escritório de Gerenciamento de Projetos na cidade do Rio de Janeiro.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira