Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL
Busca: OK
CANAIS

10/12/2010 - 09:53

Inovarejo - Inovação no varejo transforma futuro dos setores de comércio e serviço

Por que pensamos na indústria quando o assunto é inovação? No varejo é possível inovar rapidamente, experimentar, mudar a baixos custos.

É inacreditável que, em plena era da economia do conhecimento, vivendo o mundo dos serviços, até hoje, quando se fale e se fomente a inovação ainda se pense na indústria.

Dentre as principais tendências do futuro dos negócios, segundo pesquisa realizada pela McKinsey estão: imaginar tudo como serviços, o crescimento das “coisas” de internet e a duplicação do volume dos dados das empresas a cada 18 meses. O que acham? Isto tem mais a ver com indústria, ou com o frenético mundo do comercio e dos serviços? A resposta é evidente. Assim como é certo que a grande explosão de inovação que tanto se anuncia ocorrerá neste mundo do comércio e dos novos negócios. Deixando claramente para trás a tradicional indústria e o eixo da inovação de produtos e processos de produção.

Não vai ser fácil. Inovação, em nossas mentes, anda junto com Pesquisa e Desenvolvimento. Imagina-se logo a indústria de aviões, de automóveis, de eletrônicos. Pensa-se em cientistas de branco, laboratórios, instrumentos de medição e bancadas. Não se pensa em um P&D diferente. Em jovens engenheiros e matemáticos descontraídos em frente a computadores. Fazendo simulações, elaborando e desenvolvendo novas formas de comprar e vender. Transformando em matéria prima para a inovação o valioso conhecimento gerado diretamente no contato com o cliente. A chamada sabedoria de balcão. Agora, turbinada por sistemas e computadores e transformada em projeções, em comportamento de consumo. Até em previsão de atitudes e escolhas.

O varejo, desde que estruture rapidamente suas áreas de pesquisa e desenvolvimento, os novos P&D da era do conhecimento, passará a conhecer muito mais sobre cada um de nós do que jamais imaginamos possível. Saberá do que gostamos, quando compramos, quando casamos, viajamos, e as mudanças que acontecem com a gente. Quando temos dificuldades de saldar nossas contas e até em quem votaríamos em uma próxima eleição.

Isso sim é P&D. Sofisticadas equações matemáticas, montadas por engenheiros, cruzando respostas e atitudes e gerando perfis e previsões. Em outras palavras, inovação na veia, no varejo, inovarejo...

Se é verdade que há uma nova onda de transformação pela web, é no varejo que essa revolução vai ocorrer. No varejo é possível inovar rapidamente, experimentar, mudar a baixos custos. É um setor que tem o privilégio de ter de mudar e se renovar sempre. Promoções, substituição de produtos, mudança nos consumidores e outras tantas inovações compulsórias. Olho vivo em como se move a concorrência, no que se faz lá fora, atualização constante e viva. Isso criou uma espécie de DNA da inovação nos empresários e empresas do setor que, se estrategicamente utilizado, mostrará o quanto o varejo tem de inovação e quanto pode ensinar neste campo.

Entendido isto, ter uma estratégia de inovação, traduz-se em valorizar as equipes que, de alguma forma, fazem isto. Olhar para as iniciativas como um portfólio de projetos de inovação. Estabelecer indicadores e metas neste sentido e, importantíssimo, reconhecer. Não estamos falando de prêmios em dinheiro apenas.

Ter pessoas capacitadas e incentivadas a inovar e processos estabelecidos que aproveitem ideias, transformando-as em negócios ou expansão dos resultados. Tudo isto vai consolidando uma cultura da inovação, percebida e valorizada por qualquer cliente, pelas pessoas que trabalham na empresas e, é claro, pelos acionistas...

Afinal, no mundo dos negócios e fora dele, não há nada que fascine mais os seres humanos do que a inovação inteligente, geradora de valor, de conforto, de felicidade.

Valter Pieracciani, MSc é sócio-diretor da Pieracciani Desenvolvimento de Empresas [www.pieracciani.com.br] e autor do livro “Usina de Inovações” – Guia Prático para Transformação da sua Empresa

Pieracciani [www.pieracciani.com.br ] Criada em 1992, a Pieracciani vem construindo um novo referencial na consultoria de gestão: A Consultoria Progressiva. Tornou-se líder dentre as consultorias do país na elaboração e implementação de programas integrados de gestão da inovação em organizações do setor público e privado. Sua metodologia tem foco na transformação dos clientes e são baseadas no planejamento e capacitação envolvendo pessoas, processos, ambiente e cultura das organizações. Seus projetos potencializam a inovação em diversas dimensões (produtos e serviços, processos, modelo de negócios e gestão). Com mais de 400 projetos executados, a empresa possui entre seus clientes as empresas mais inovadoras do País dentre as quais: AmBev, Nestlé, Petrobrás, Pirelli, Tetra Pak, Rigesa, Odebrecht e Avon.

Desde 1998, a Pieracciani também representa no Brasil a norte-americana Pritchett Rummler-Brache, líder mundial na área de desempenho individual e das organizações, presente em 60 paises e que tem como clientes 80% das 500 maiores empresas dos USA (Fortune).

Enviar Imprimir

© Copyright 2006 - 2018 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira