Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

07/07/2007 - 09:02

Licitação para exploração de petróleo e gás em 300 blocos no mês de novembro, diz ministro interino

Rio de Janeiro/Brasil - A 9ª Rodada de Licitações de áreas para exploração e produção de petróleo e gás natural nas bacias sedimentares do país deverá ser realizada em novembro com a participação de mais de 300 blocos exploratórios. A exploração estará voltada para a manutenção da auto-suficiência na produção de petróleo e não para a descoberta de gás natural, embora também busque reduzir a dependência do país ao produto importado.

As informações foram dadas pelo ministro interino de Minas e Energia, Nelson Rubner, durante o seminário Biodiesel BR: Consolidado em Terra, Iniciado em Mar e a Caminho do Ar, promovido dia 6 de julho, no Rio de Janeiro, pela Petrobras Distribuidora.

Segundo o ministro, a resolução que define a 9a Rodada de Licitações já está pronta e aguarda apenas a solução de impasse ambiental para ser assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“A ANP [Agência Nacional de Petróleo e Biocombustíveis] já esta trabalhando em cima das áreas que serão licitadas. Elas já foram definidas e têm uma única pendência em relação a uma região que ainda depende de manifestação favorável do órgão ambiental. Ela deverá ter mais de 300 blocos e acontecerá em novembro”, disse Hubner.

Os blocos estão localizados nas bacias de Campos (que retorna aos leilões depois de estar ausente da 8ª rodada), Santos, Espírito Santo, Potiguar, Pernambuco-Paraíba, Pará-Maranhão, Parnaíba e Recôncavo.

Para evitar o que aconteceu na 8ª Rodada, suspensa por meio de liminares antes do encerramento da primeira fase da licitação, o governo decidiu retirar do edital a regra que limitava o número de áreas vencedoras por empresas.

“Recursos como os que suspenderam a 8ª Rodada fazem parte da vida. Como isto foi questionado na Justiça, e até hoje não houve definição, nós retiramos esta limitação que acabou por levar ao cancelamento do leilão. Desta vez nós esperamos que não haja novos questionamentos, uma vez que o edital será basicamente igual aos das rodadas anteriores”.

As restrições ambientais a que se referiu o ministro Hubner envolvem a Bacia do Rio Peixe, na Paraíba e cujo solução ainda está em negociação junto aos órgãos ambientais.| Por: Nielmar de Oliveira/ABr

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira