Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT RSS BOLETIM TV FATOR BRASIL LINKS PageRank
Busca: OK
CANAIS

03/07/2007 - 09:10

Abmaco prevê crescimento de 5% a 8% ao ano até 2010

A Associação Brasileira de Materiais Compósitos (Abmaco) registrou que o mercado de compósitos no Brasil cresceu cerca de 5% em 2006, com consumo de 120 mil toneladas ante 114 mil toneladas do ano anterior. Segundo o presidente da entidade, Henrique Ferraz, novas aplicações e substituições de materiais de uso tradicional pela alternativa dos compósitos deverão aumentar o consumo per capita nos próximos anos de maneira a sustentar o crescimento estimado pela entidade. “Nossa expectativa é manter uma média de 5% a 8% de crescimento para os próximos quatro anos”, revela Ferraz.

Segundo a Abmaco, o setor está avançando em nichos de mercado até então inexplorados, como placas de sinalização, tubulações para plataformas de petróleo, indústria náutica e de energia limpa (hélices e estrutura de moinhos eólicos). Atualmente, o consumo per capita no Brasil é da ordem de 0,650 kg/hab/ano contra uma média de 4,5kg nos Estados Unidos e 6,0 kg em alguns países da Europa.

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), lançado no início do ano pelo governo Federal é uma das medidas que fundamentam os aportes previstos para toda a cadeia produtiva dos Compósitos. Com foco de investimentos direcionados para setores tradicionalmente alimentados pela Indústria dos Compósitos, como energia elétrica, construção civil, e, principalmente o saneamento básico, as principais empresas do setor encontram-se em processo de desenvolvimento para atender as demandas crescentes.

Mesmo com uma estimativa positiva para os próximos anos, o gerente executivo da Abmaco, Paulo Camatta, comenta que o desempenho do mercado em 2006 ficou abaixo do esperado. “Além do setor sucroalcooleiro, papel e celulose e transporte pesado (cargas e coletivo), os demais setores tiveram desempenho fraco, abaixo das nossas expectativas", diz o executivo.

Segundo Henrique Ferraz, merecem destaque os investimentos realizados em modernização do parque fabril, com ganhos de produtividade e melhorias em processos de saúde, segurança e controle ambiental, adequando os processos às normas internacionais de saúde, segurança e meio ambiente.

O executivo também destaca o esforço que a entidade vem realizando em prol do desenvolvimento das pequenas e micro empresas, que atualmente representam cerca de 89% de toda a indústria de compósitos no Brasil. "Nosso empenho é trabalhar pela aprovação de políticas tributarias mais flexíveis, e pelo cumprimento da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, setor que compreende principalmente transformadores e representa boa parte de nossa cadeia produtiva”, afirma Ferraz.

A associação também mantém parcerias com SENAI, IPT e outras entidades para qualificação de mão-de-obra, desenvolvimento tecnológico e abertura de novos mercados com vista no desenvolvimento de toda a cadeia produtiva dos compósitos.

Perfil da Abmaco - A Abmaco - Associação Brasileira de Materiais Compósitos – tem como objetivo promover o fortalecimento e o desenvolvimento da indústria de materiais compósitos, aperfeiçoar a capacitação técnica e competências de todas as empresas e profissionais ligados ao setor. Fundada em 1981, movimenta atualmente um mercado anual de 120 mil toneladas. A entidade também conta com o Cetecom, um centro de pesquisa tecnológica e capacitação profissional, com espaços modernos e dotados de recursos de última geração para atender às necessidade de seus associados.

Associados Abmaco - ABCO - ABF Moldes - AJ Rorato - Akzo-Nobel – Alcoa – Amitech – ANDERS – Aniccasty - Ara Ashland – Assunção- Axson – BAF - Bandeirante Química – Biofibra - Bom Sinal – Brampac – Brashidro – BYK – Cabot – Cersan – Cogumelo – Colunna - Cray Valley - Denver Polymers – Desafio – Dilutec – Diosil – Disfibra – DMI – Domoglass – Edra – Elekeiroz – Elobrás – Engefibra – ENMAC - FB Mix – Fiacbrás – Fibermaq – Fiberplastic – Fibralit – Fibratec - Fibratec Engenharia – Fibratel – Fortlev – Fozara – Glassmar – Glastec – IBEX – Induspol – Innova – IPLAN – Lifer – Lord – Luxtel – Lyondell – Maligan – Marchiori – Meridian – Milflex – Morquímica – Novafibra – NPA – Ondalon – Ourofino - Owens Corning – Oxiteno – PCR – Piatex – Plaforte - Poli Resinas – Polifibra – Polinox – Polyplaster - Pretty Jet – Profax – Quimifibra – Reichhold – Requinte – Resinfiber – Resiplen – Ritz – Rust – Safe - Saint-Gobain / Vetrotex – Schwanzer – Sintec – Sky – Stringal – TECNA – Tecnofibras – Tecnomod- Tecplas – Texiglass – Unifiber – Vilasmar – Zeniplast. | Site: www.abmaco.org.br

Enviar Imprimir
© Copyright 2006 - 2014 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira