Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT RSS BOLETIM TV FATOR BRASIL LINKS PageRank
Busca: OK
CANAIS

30/01/2010 - 10:05

Carnaval capixaba cresce e se torna produto turístico nacional

A união de ações entre Prefeitura de Vitória Liga das Escolas de Samba e ABAV-ES deu estrutura e profissionalização ao carnaval do Espírito Santo.

O carnaval capixaba nunca esteve em tamanha evidência. Em nove anos deixou de ser um evento de lazer do público local para se tornar um produto turístico, que atrai visitantes nacionais e internacionais e promete faturar mais consumidores nos próximos anos. A mudança é fruto da união de ações público-privadas e de investimentos em gestão e profissionalismo. Aliado a isso, está um público que hoje prestigia o carnaval durante todo o ano, incentivando e freqüentando os ensaios das escolas de sambas.

O sucesso construído pela Prefeitura de Vitória (através da Secretaria de Cultura) e Lieses (Liga Espíritossantense de Escolas de Samba) inseriu outros parceiros no redesenho de ações. A ABAV-ES (Associação Brasileiras de Agências de Viagens), por exemplo, nos últimos três anos é a responsável pela gestão comercial e de acesso ao carnaval.

Todo o processo de venda de ingressos para arquibancadas, mesas e camarotes é informatizado, o que facilita o gerenciamento e a comercialização ao folião.

Hoje a indústria do samba no Estado gera empregos, renda e movimentação econômica, caminhando para a autosustentabilidade. O presidente da ABAV, Edson Ruy, conta que algumas mudanças foram determinantes para se chegar ao patamar atual.

“Antecipar a data do evento para uma semana antes do carnaval tradicional foi um divisor de águas, pois trouxe o público para dentro do Sambão do Povo, que é o nosso sambódromo. Os investimentos das Prefeituras nas escolas de samba, principalmente em Vitória, possibilitou a reabilitação do samba em seu berço, nas comunidades. Além disso, a partir do momento em que se viu o carnaval como uma indústria que gera renda e empregos e se investiu em um modelo de organização descentralizado, que incluía a Liga das Escolas de Samba, o carnaval capixaba começou a tomar a forma que tem atualmente, com qualidade, competência e planejamento”, explica.

Produto Turístico - O próximo passo foi estabelecer o produto “Carnaval Capixaba”. Isso aconteceu com a instalação do Camarote do Turismo “Viva Vitória”. O espaço possibilitou a divulgação do destino e ofereceu mais uma opção de produto ao turista.

Hoje o carnaval do Espírito Santo é comercializado em todo Brasil através das agências de viagem associadas à ABAV. A entidade montou um esquema especial de atuação para divulgação. Durante todo o ano de 2009, houve um trabalho intensificado na difusão do produto Carnaval de Vitória entre operadoras e agências de viagens.

Por conta do trabalho de divulgação o camarote recebe turistas de todo o Brasil e mundo. Em 2009, visitantes da Suíça, Itália, Alemanha, Argentina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, marcaram presença no espaço. Este ano, as expectativas são ainda melhores.

“A demanda está bem maior em 2010. Já vendemos mais de 80% das entradas para o camarote e vamos receber turistas de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Bahia e de outros países como EUA, Argentina, Itália e Portugal. Sem contar várias pessoas do interior do estado que vêm especialmente para o camarote”, diz o diretor de Receptivo da ABAV-ES, Paulo Renato Fonseca Jr.

O Camarote do Turismo disponibiliza estrutura especial aos foliões, com segurança, bar exclusivo, roda de samba nos intervalos das apresentações, banheiros privados com acessibilidade, fotografias e pinturas de rosto, concurso de fantasia e sala de descanso e massagem. Há ainda a opção de contratar transporte exclusivo de ida e volta, de van ou escuna.

Estrutura em 2010 - Durante os dois dias de folia, 05 e 06 de fevereiro, o Carnaval Capixaba promete reunir aproximadamente 18 mil pessoas. Somente nas arquibancadas serão 7,5 mil foliões, por noite, assistindo aos desfiles das escolas de samba. 600 a mais que no ano passado.

O número de camarotes também aumentou, e mesmo assim foram vendidos em apenas 12 minutos. O sucesso se repetiu durante a comercialização das cem mesas disponibilizadas, vendidas em 15 minutos.

A comercialização de camarotes e mesas aconteceu por meio de fax. O call Center da ABAV-ES, contratado especialmente para a venda de camarotes e mesas, possui capacidade de atendimento de 30 mil ligações simultaneamente. O sistema digital possibilita o registro das ligações, identificando dados como data, horário, número de telefone e tempo de duração da chamada. Além disso, a ABAV-ES ampliou em seis vezes a capacidade de recebimento de faxes.

Os números da procura impressionam. Na primeira hora de venda de camarotes foram recebidas 1.932 chamadas telefônicas, que resultaram em mais de 270 fax convertidos. Já no caso das mesas, foram 2.508 ligações e 325 faxes em uma hora.

Samba na avenida - Em 2010, doze agremiações vão desfilar no Sambão do Povo, em Vitória, levando para a avenida temas variados como a educação, o azul da terra, os transportes, o Líbano e o Guaraná. Todos os avaliadores do desfile serão de São Paulo. A pedido das escolas de samba capixabas, a Lieses contratou 30 jurados para avaliarem 10 quesitos: bateria, mestre sala e porta-bandeira, enredo, samba enredo, harmonia, fantasia, evolução, conjunto, comissão de frente, alegoria e adereços.

O Carnaval Capixaba é uma realização da Prefeitura Municipal de Vitória, através da Secretaria Municipal de Cultura, e da Liga Espíritossantense das Escolas de Samba – Lieses, e acontece este ano nos dias 05 e 06 de fevereiro.

Enviar Imprimir
© Copyright 2006 - 2014 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira