IMPRIMIR

04/02/2009 - 09:23

Lula, Cabral e Paes unidos no Dona Marta em favor do Rio


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governador Sérgio Cabral e o prefeito do Rio, Eduardo Paes, deram prova, neo dia 3 de fevereiro (terça-feira), de que a união dos poderes e o trabalho em parceria das três esferas da administração pública começam a trazer bons resultados para o Rio de Janeiro.

E, mais uma vez, a comunidade do Morro Dona Marta, em Botafogo, na Zona Sul, serviu de exemplo para outras comunidades do estado e do país, com a assinatura de convênios, no valor de R$ 10,4 milhões – recursos do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS), do Ministério das Cidades, e do Governo do Estado –, para dar prosseguimento às obras de reurbanização, construção e melhorias de unidades habitacionais do local.

A previsão é de que ao longo dos próximos meses sejam construídas 64 casas e realizadas melhorias em outras 265, além da urbanização de áreas para melhorar a acessibilidade a todas as áreas do Morro Dona Marta.

O presidente Lula ressaltou a parceria entre os poderes e lembrou que o que está acontecendo no Rio de Janeiro é um exemplo para o Brasil.

- Tanto o prefeito Paes como o governador Sérgio Cabral resolveram mudar de comportamento. O Estado não vai ser mais o responsável por afugentar os pobres de seu local de moradia. O Estado está indo lá dentro para resolver o problema dos pobres em seu local de moradia, e estou convencido que hoje o Santa Marta é um exemplo para todo o Brasil - sinalizou o presidente.

. Lula prometeu retornar ao Rio de Janeiro em dezembro de 2010, pouco antes de encerrar seu mandato de presidente da República.

- Quero vir ao Rio de Janeiro porque estou convencido de que, ao terminar meu segundo mandato, o Sérgio Cabral terminar o primeiro mandato dele e o Paes estiver com dois anos de mandato, a cara do Rio estará mudada. O que estamos fazendo é mudar a cara de lugares de que só se ouvia falar nas páginas policiais; não apenas o Santa Marta, mas o Complexo do Alemão, Manguinhos, Pavão-Pavãozinho e Rocinha. Não estamos aqui para pintar meio-fio, como diz o carioca, mas para mudar a cara do lugar, fazendo obras que incluem cultura, formação profissional, moradia decente, escola de qualidade e saneamento – completou.

Durante o evento, também foram entregues 11 chaves de novas moradias a famílias já contempladas. O programa de reurbanização do Morro Dona Marta vem sendo executado pelo Governo do Estado com recursos de aproximadamente R$ 60 milhões.

Na primeira etapa das obras de reurbanização, até 2008, foi finalizado e entregue à população o plano inclinado; adaptada a creche que hoje abriga o Posto de Policiamento Comunitário; reformada a outra creche do local; concluído o campo de futebol com grama sintética; implementadas redes de esgoto, água potável e drenagem; construídas 65 unidades habitacionais; feitas melhorias em 146 residências e realizada adaptação para Internet comunitária.

Este ano, serão construídas mais 191 unidades; realizadas melhorias em 517 residências; edificado muro (eco-limite) para delimitar e conter a expansão da comunidade, protegendo a mata adjacente; reconstruídas parcialmente mais 46 unidades habitacionais e realizadas melhorias urbanísticas de acesso. Todo o programa está recebendo aportes importantes do governo federal e da Prefeitura do Rio.

Para o governador Sérgio Cabral, o encontro das três esferas de poder na solenidade realizada no Morro Dona Marta é um momento histórico para a cidade do Rio de Janeiro, um momento que, segundo Cabral, tem que ser celebrado.

- Este é um momento único na vida do Rio de Janeiro e que tem que ser muito celebrado porque esta cidade e o Estado do Rio estão aprendendo a ser pragmáticos. E vivemos este momento especial porque entrou um ingrediente novo que o Rio não imaginava que aconteceria: a eleição de Eduardo Paes – destacou Cabral.

O governador ressaltou que a chegada de Paes ao Palácio da Cidade mostra que o município agora tem um prefeito de mãos dadas com os governos federal e estadual e que, segundo ele, vai otimizar a aplicação de recursos e investimentos em favor da população.

- O que estamos fazemos hoje aqui é consagrar um modelo de visão, de uma nova sociedade comandada pelo presidente Lula onde nada é excludente. E o exemplo está sendo vivido no Santa Marta, onde pudemos entrar com segurança pública e cidadania, levando educação, saúde, habitação, progresso e qualidade de vida a toda essa comunidade - completou Cabral.

Durante a cerimônia para liberação de recursos do FNHIS e do Pronasci, também foi anunciada a ampliação do Programa Saúde da Família (PSF) à comunidade do Dona Marta e, em seguida, foi inaugurado o Centro de Educação Tecnológico e Profissionalizante (Cetep) do Santa Marta, que vai oferecer cursos gratuitos de inglês, espanhol, informática, corte e costura, eletricista, bombeiro hidráulico, cabeleireiro, manicure e pedicuro a 3.904 alunos por ano.

Também participaram das ações no Morro Dona Marta, entre outros convidados, os ministros de Saúde, José Gomes Temporão, das Cidades, Márcio Fortes, da Justiça, Tarso Genro, e de Esportes, Orlando Silva; as primeiras-damas do Estado, Adriana Ancelmo Cabral, e do Município, Cristine Paes; o vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, os secretários estaduais de Segurança, José Mariano Beltrame, de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso, de Governo, Wilson Carlos, e de Assistência Social e Direitos Humanos, Benedita da Silva, o presidente da Emop, Ícaro Moreno, o presidente da Associação de Moradores do Dona Marta, José Mário Hilário dos Santos, secretários municipais, deputados federais e estaduais.| Por: Rafael Magrau/Secom

Copyright 2006 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.